Detran-DF escalona datas para exigir licenciamento pelo final da placa

Até 2017, documento referente ao ano em exercício era obrigatório a partir de setembro para todos. Apenas 22% dos veículos estão em dia.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) mudou as regras de fiscalização do licenciamento da frota de veículos. As datas da exigência do documento vão variar de acordo com o final das placas este ano.

Até o ano passado, o órgão começava a fiscalização, para todos os veículos, no mês de setembro. Agora, a exigência do documento será feita escalonadamente, entre setembro e dezembro.

Segundo dados do órgão, apenas 22% da frota da capital federal está com o IPVA pago. Isso equivale dizer que 1,7 milhão de veículos, 369 mil estão com todas as obrigações em dia (impostos, multas, DPVAT e taxa de licenciamento).

Confira as datas estabelecidas pelo Detran e publicadas no Diário Oficial do DF desta sexta-feira (13/7).

Conforme determina o Código de Trânsito Brasileiro, quem for flagrado sem o licenciamento comete uma infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, sete pontos na CNH e remoção do veículo. O proprietário ainda terá que arcar com as despesas de guincho, diária, vistoria e serviço de liberação.

Mesmo que esteja licenciado, a falta do documento obrigatório também é infração, com penalidade de R$ 88,38, três pontos na CNH e o veículo ainda será retido.

O usuário não precisa ir ao Detran para regularizar o seu veículo. Basta entrar no site do Órgão (www.detran.df.gov.br) e imprimir os boletos de débitos, tais como, IPVA, DPVAT – seguro obrigatório, taxa de Licenciamento e multas pendentes. Após serem quitados e baixados no sistema, o documento do veículo será enviado, automaticamente, ao endereço registrado no Detran. Também é importante verificar se o endereço residencial está atualizado.

No ano passado, o Detran também lançou o Protocolo de Autorização Provisória para a Circulação de Veículo.  O documento é emitido por meio do site do Detran e tem validade de 30 dias, prazo máximo para que o usuário receba o licenciamento em sua casa. A autorização vale para circular somente no Distrito Federal.

De Metrópoles

Imprimir

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*