Homens fazem tiroteio em Ceilândia, no DF, e põem fogo em carro

Carro batido em poste e queimado após tiroteio em Ceilândia, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Polícia Militar suspeita que disparos tenham sido feitos em direção a casas de ‘rivais’ do tráfico de drogas.

Carro batido em poste e queimado após tiroteio em Ceilândia, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Carro batido em poste e queimado após tiroteio em Ceilândia, no DF — Foto: TV Globo/Reprodução

Um tiroteio em Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal, assustou os moradores na manhã desta sexta-feira (15). Segundo a Polícia Militar, dois homens passaram de carro pela QNN 3 atirando em endereços de supostos “rivais” do tráfico de drogas.

O carro acabou colidindo contra um poste e, em seguida, foi incendiado pelos próprios criminosos. De acordo com a PM, o tiroteio foi uma “vingança” contra homicídios cometidos na noite de quinta (14).

Bombeiros apagam chamas dentro de carro em Ceilândia

Bombeiros apagam chamas dentro de carro em Ceilândia

Os crimes teriam sido praticados por “adversários” dos atiradores, que supostamente moravam na rua onde os disparos foram feitos. Os dois homens foram identificados, mas estavam foragidos até a última atualização desta reportagem.

Homicídios

Na noite desta quinta (14), duas pessoas morreram e três ficaram feridas por disparos de arma de fogo em Ceilândia Norte, segundo a Polícia Civil. Os crimes ocorreram entre 22h20 e 22h50, a uma distância de três quilômetros de um para o outro.

O primeiro caso foi na QNN 24, onde Wilson de Faria Pinto, de 35 anos, foi morto por disparos de arma de fogo quando saía de casa dirigindo.

Minutos depois, três adolescentes de 15, 16 e 18 anos ficaram feridas por estilhaços de munição na QNN 3. Elas foram levadas ao Hospital Regional de Ceilândia. No mesmo local, uma pessoa em situação de rua foi morta com os disparos.

A polícia não havia esclarecido a motivação dos crimes até a última atualização desta reportagem.

Por TV Globo

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*