Walter tem suspensão por doping ampliada e terá de ficar mais um ano fora dos gramados

Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás E.C.

Péssima notícia para Walter e para o Goiás. O atacante, que ficaria livre da suspensão por doping a partir desta sexta-feira, teve a pena ampliada em mais um ano em julgamento realizado em Brasília e não poderá sequer treinar no clube esmeraldino enquanto a suspensão estiver em vigor.

Walter foi flagrado em exame antidoping realizado no ano passado, quando defendia o CSA. O jogador fez uso de “sibutramina”, substância utilizada no tratamento para perder peso. A suspensão terminaria exatamente nesta quinta, o dia 4 de julho de 2019.

Porém, a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJDA) recorreu pedindo a ampliação da pena e foi atendida no julgamento desta quinta.

A defesa do processo foi conduzida por Walter e por sua advogada particular, não ligada ao Goiás, já que o caso ocorreu antes de ele ser contratado pelo time goiano.

A reestreia do atacantecom a camisa esmeraldina seria no próximo sábado, em amistoso diante do Racing-URU, na Serrinha. Apesar de ser um amistoso, o jogo tem caráter oficial. Por isso, Walter não poderá estar em campo nem contra o Racing-URU e nem no Campeonato Brasileiro.

A defesa do jogador promete recorrer da decisão no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), na Suíça.

Por Fernando Vasconcelos — Goiânia

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*