Ministério da Fazenda: EDITAL é solicitado com 1.161 vagas! Até R$5.493,29

Edital está em análise no Ministério da Economia; Último edital foi para mais de 1.000 vagas

concurso público na esfera federal. A Secretaria de Fazenda, antigo Ministério da Fazenda, solicitou um novo concurso ao Ministério da Economia. O pedido foi para 1.161 vagas em cargos dos níveis médio e superior. Os ganhos chegam a R$5.493,29.

Vale ressaltar que o Ministério da Fazenda foi transformado em secretaria logo após a posse do atual presidente, Jair Bolsonaro.

O atual quantitativo solicitado é inferior ao ultimo pedido, feito em 2017. Na ocasião, foram 1.312 vagas solicitadas, sendo 904 vagas de assistente-técnico administrativo (mesmo pedido de 2019) e 408 em cargos de nível superior.

Além de analista técnico-administrativo, o último pedido contou com solicitação para ingresso nas áreas de administrador (11 vagas), arquiteto (12), arquivista (09), bibliotecário (12), contador (53), engenheiro (15), enfermeiro (05), pedagogo (06), psicólogo (06), técnico em Comunicação Social (22).

Cargos solicitados – Concurso da Secretaria da Fazenda

O certame foi solicitado para os cargos de assistente técnico administrativo (904 vagas) e analista técnico administrativo (257 vagas).

O Assistente terá missão de realizar atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento, de nível intermediário, relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do Ministério da Fazenda, ressalvadas as privativas de carreiras específicas, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades, além de outras atividades de mesmo nível de complexidade em sua área de atuação.

Para concorrer ao cargo de assistente técnico-administrativo é necessário o nível médio completo. O salário do cargo chega a R$3.877,97. O regime estatutário, que garante estabilidade, e o salário atrativo, faz o concurso ainda mais atraente, com tendência a ser bastante concorrido.

Já o Analista Técnico Administrativo tem missão de planejar, supervisionar, coordenar, controlar, acompanhar e executar atividades técnicas e especializadas, de nível superior, necessárias ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do Ministério da Fazenda, bem como à implementação de processos e à realização de estudos e pesquisas na sua área de atuação, ressalvadas as atividades privativas de carreiras específicas.

Para concorrer a uma das vagas de Analista será necessário diploma devidamente registrado de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. Em áreas específicas, como por exemplo, Analista Técnico-Administrativo áreas de Contador, Engenharia, Pedagogo, Arquiteto, entre outros, é necessário graduação na respectiva área de atuação. O salário do analista é de R$5.493,29.

PREPARE-SE: Apostila Ministério da Fazenda – Nível Médio

PREPARE-SE: Apostila Ministério da Fazenda – Nível Superior

Déficit é grande

Sem concurso em validade, o Ministério da Fazenda vem perdendo um grande número de servidores, na maioria das vezes, em virtude das aposentadorias. Segundo dados do Ministério do Planejamento, em 2016, de junho a dezembro, foram 421 aposentados. Já em 2017 o número chegou a 1.145.

No ano de 2018, até agosto, foram nada menos que 780 aposentadorias. Somados os últimos três anos,  Ministério perdeu 2.346 servidores, número que deve aumentar até dezembro.

Último Concurso Ministério da Fazenda

O último concurso realizado para área de apoio, função de assistente técnico-administrativo do Ministério da Fazenda aconteceu em 2014.

Na época foram oferecidas 1.026 vagas, em que os inscritos foram avaliados por meio de provas objetivas, de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Conhecimentos de Informática, Atualidades, Gestão de Pessoas e do Atendimento ao Público, Ética do Servidor na Administração Pública, Administração Pública Brasileira e Regime Jurídico dos Agentes Públicos.

Foram 263.770 inscritos para as 1.026 vagas  oferecidas, representando uma média de 257 candidatos por vaga).

Fonte: notíciasconcursos

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*