Preso suspeito de matar jovem a tiros por vingança, em Goiânia

O vendedor de alfaces Pedro Henrique Torres Ribeiro, de 26 anos, foi apresentado nesta quarta-feira (29), suspeito de matar a tiros o jovem Phelipe de Paula Amaral, de 22 anos, em Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, a suspeita é que o crime tenha sido motivado por vingança. No entanto, a corporação investiga também se a vítima tinha dívida de drogas com Pedro Henrique, que já tinha passagens por receptação, roubo e tráfico de entorpecentes.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Hellyton Carvalho, da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), o crime foi cometido com crueldade. Para ele, não resta dúvidas sobre a autoria do homicídio. “O Phelipe morreu depois de receber vários tiros pelas costas. Temos testemunhas que estavam no local e viram Pedro Henrique. Os laudos apontaram todo o requinte de crueldade e frieza com que o crime foi cometido”, disse.

O crime aconteceu na noite do dia 1º de dezembro de 2016, na Vila Pedroso, região leste da capital. Conforme relatou o delegado, Phelipe estava sentado na porta de uma distribuidora de bebidas do bairro quando Pedro Henrique chegou disparando contra ele. De acordo com Carvalho, depois de baleada a vítima tentou correr e recebeu mais tiros do autor.

Ele foi socorrido pelo Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e levado para o Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais) do Setor Amendoeiras, onde morreu. “Testemunhas relataram que ele ainda correu por cerca de 100 metros e foi atingido de novo. Antes de morrer, Phelipe confidenciou a quem estava por perto de que o autor era o Pedro Henrique. Para a gente não resta dúvidas”, disse.

O suspeito foi preso no último dia 12, na casa da namorada dele no Setor São Judas Tadeu, região norte de Goiânia. De acordo com o delegado, ele vai responder por homicídio qualificado.

 

FONTE: G1GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*