Família denuncia que paciente caiu de maca e teve traumatismo em Goiatuba

A família de Sebastião Martins da Silva, de 50 anos, denuncia que ele foi vítima de negligência médica no Hospital Municipal de Goiatuba, no sul de Goiás. Segundo os parentes, o homem caiu da maca durante o atendimento e sofreu traumatismo craniano. Por conta da lesão, ele teve de ser transferido para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). A Polícia Civil apura o caso.

Vizinho de Sebastião, o aposentado Bolívar de Melo conta que levou o amigo ao hospital. “Ele não estava se sentindo bem e me pediu para levá-lo até lá. Aí peguei e levei ele normal”, contou.

Quando ele voltou ao hospital para buscar Sebastião, Bolívar diz que soube por testemunhas que ele tinha caído da maca e estava ferido. Um exame comprovou que o paciente sofreu um traumatismo craniano. Assim, o amigo avisou aos parentes do homem, que também seguiram até a unidade.

“O médico que estava lá me disse que tinha pegado o plantão e que foi informado que meu tio tinha chegado com dores na barriga e que era uma gastrite. Mas aí, quando a gente chegou lá, meu tio já estava inconsciente, com traumatismo craniano. O guarda e o pessoal que estava lá falou que ele levou uma queda da maca”, relatou a sobrinha de Sebastião, Elisângela Maria da Silva.

Após sofrer a lesão, Sebastião foi transferido para o Hugo, em Goiânia. De acordo com boletim médico, divulgado na noite de quinta-feira (30), ele está internado na enfermaria, em observação, consciente. O quadro de saúde é considerado regular.

A família do paciente procurou a Polícia Civil para denunciar que houve negligência médica. “Por enquanto a gente requisitou o laudo do hospital. Depois vamos ouvir o diretor da unidade e os responsáveis pelo atendimento para determinar o que aconteceu”, afirmou o delegado Patrick Carniel.

A Secretaria de Saúde de Goiatuba informou que Sebastião estava embriagado e teve uma crise. Segundo a pasta, ele recebeu glicose e caiu enquanto estava sozinho no quarto. Ainda de acordo com a secretaria, uma investigação interna será aberta para apurar o caso.

Os parentes do paciente rebatem a afirmação de que ele estava bêbado e dizem que o homem não faz consumo de bebidas alcoólicas há anos.

 

fonte: G1GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*