Vários congressistas dos EUA sabiam do plano de Trump de ataque aéreo na Síria

Os ataques com mísseis dos Estados Unidos na quinta-feira ocorreram sem a aprovação formal do Congresso. Segundo um funcionário da Casa Branca, porém, mais de 20 congressistas, democratas e republicanos, foram informados sobre os planos no mesmo dia, bem como membros do gabinete. O presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, afirmou que estava entre os que sabiam do fato.

O senador democrata Tim Kaine, da Virgínia, afirmou que a decisão de Trump de retaliar contra a Síria não era legalmente justificada, embora fosse correta do ponto de vista moral. Em entrevista à emissora CNN, Kaine disse que Trump não deveria ter determinado um ataque aéreo militar na Síria “sem falar com o Congresso”. Fonte: Associated Press.

 

FONTE: CORREIO BRAZILIENSE

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*