Homem invade trilhos, e Metrô do DF para trens por mais de uma hora

Trens do Metrô do Distrito Federal passaram mais de uma hora paralisados na tarde desta quarta-feira (12), depois que um homem não identificado invadiu os trilhos. A energia foi desligada no trecho entre as estações Guará e Águas Claras, sentido Taguatinga, mas um princípio de tumulto em um dos trens fez com que outros usuários também descessem para os trilhos.

O serviço foi interrompido por volta das 18h15, e retomado após as 19h20, quando os seguranças do Metrô se certificaram de que não havia mais pessoas em área de risco. No vagão de onde os passageiros desembarcaram, houve quebra-quebra e vidros foram danificados.

Segundo o Metrô, seis trens que estavam atrás desse, no mesmo trecho, também tiveram que parar e aguardar o retorno do funcionamento. O suspeito de invadir a linha no início da confusão foi detido na estação Guará, e levado para a 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

Com 24 trens, o Metrô funciona entre 6h e 23h30 de segunda a sábado e 7h e 19h aos domingos e feriados. A média é de 170 mil passageiros por dia. O sistema tem 42,3 km de extensão e liga Ceilândia e Samambaia ao Plano Piloto. A estação com maior fluxo é a da Rodoviária do Plano Piloto, por onde passam 30 mil pessoas por dia.

FONTE: G1DF

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*