Cinegrafista é morto a tiros na porta da casa da namorada em Anápolis

O cinegrafista Elvis Greener Rosendo, de 25 anos, foi morto a tiros na porta da casa da namorada, na quinta-feira (27), em Anápolis, a 55 km de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, o jovem estava dentro do carro quando um veículo se aproximou e o carro de Elvis foi alvejado. O caso está sendo investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da cidade.

Segundo o assessor de imprensa da corporação, o delegado Gylson Mariano, ainda não há suspeitas da motivação do crime. “Ao que tudo indica foi execução. Ele esperava a namorada dentro do carro e teve o veículo atingido por diversos disparos. A equipe do GIH de Anápolis compareceu ao local e já deu início à apuração”, disse ao G1.

O crime aconteceu por volta das 22h15 de quinta-feira, na Rua Floriano Peixoto. Segundo a Polícia Civil, o carro e o celular de Elvis foram apreendidos e encaminhados para perícia da Polícia Técnico-Científica.

Elvis Greener já trabalhou como cinegrafista do programa policial “190”, que era exibido por um canal fechado de televisão de Anápolis. No entanto, a Polícia Civil informou que ainda não tem informações se a morte do jovem tem algum tipo de ligação com a atividade profissional desempenhada por ele.

O corpo do cinegrafista foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, passou por necropsia e foi liberado à família.

FONTE: G1GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*