Polícia prende homem que usava registro de médica para conseguir ‘boa noite, Cinderela’ com receituários de Formosa

Um homem de 28 anos foi preso nesta sexta-feira (12) com 497 comprimidos de roupinol, remédio indicado para tratamento de insônia grave e usado para aplicar o golpe conhecido como “boa noite, Cinderela”. Segundo o delegado-chefe da 23ª DP (Ceilândia), que investiga o caso, Victor Dan, esta foi a maior apreensão da substância desde 2016.

Na casa do suspeito, também em Ceilândia, a polícia ainda encontrou 165 folhas de receitas médicas e um carimbo com inscrições do CRM de uma médica do Distrito Federal, além de R$ 747 em espécie obtidos, segundo a Polícia Civil, pela venda da substância.

O delegado explicou que o suspeito falsificava a assinatura da médica para comprar o roupinol e vender os comprimidos a outros criminosos. Segundo ele, a quantidade apreendida poderia “abastecer cerca de 50 criminosos”.

“Essa droga, quando é utilizada em grandes quantidades por criminosos, tem efeito alucinógeno. Eles cometem os delitos de forma agressiva, estupram, matam e assaltam e sequer se lembram do que fizeram.”

A médica cujo nome aparece no carimbo, Maria Muniz de Jesus, é psiquiatra do Hospital São Vicente de Paula, antigo Hospital de Pronto Atendimento Psiquiátrico (Hpap). Em depoimento à Polícia Civil, ela informou que receitas com a assinatura dela falsificada chegaram à farmácia do hospital.

“Como o carimbo foi extraviado, ela não vai ser prejudicada, mas precisamos saber da origem dos receituários”, disse Dan.

Os receituários são do Hospital Municipal de Formosa, em Goiás, e do Instituto do Cérebro de Brasília. As investigações, que começaram há cerca de três meses, ainda não apuraram como os documentos saíram dos hospitais.

Segundo ele, o suspeito tem outras passagens por tráfico de drogas, como maconha e crack e, se for condenado, pode ficar de 5 a 15 anos na prisão.

A pergunta é , quem forneceu os receituários do hospital municipal ?

FONTE: G1

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*