Marconi apresenta Goiás na Frente a mais duas regiões

O governador Marconi Perillo apresentou ontem os investimentos do Goiás na Frente para mais duas regiões do Estado, com agenda administrativa em Jaraguá e Aruanã. Antes de levar a caravana do programa, que vai aplicar R$ 6 bilhões em obras infraestruturantes em Goiás, Marconi assinou os convênios com as primeiras quatro das 246 prefeituras  – juntos, os municípios terão aporte de R$ 500 milhões em recursos do Goiás na Frente.

Ao lançar ontem o programa Goiás na Frente em Jaraguá, marcando o atendimento aos municípios do Vale do São Patrício, o governador Marconi Perillo autorizou investimentos de R$ 712 milhões para a região, dos quais R$ 187 milhões em obras estruturantes, R$ 163 milhões no Programa Rodovida Construção,  R$ 13 milhões no Rodovida Manutenção e R$ 11 milhões no Rodovida Reconstrução.

Na área de Educação, explicou Marconi, o Goiás na Frente prevê R$ 29 milhões para a Educação, R$ 97 milhões para Ciência e Tecnologia, R$ 210 milhões em Saneamento, R$ 87 milhões em Habitação e R$ 54 milhões de apoio aos municípios, além de R$ 2 milhões em expansão de energia e R$ 10 milhões em construção do presídio de Anápolis e do IML de Goianésia.

Ao agradecer a presença de inúmeros prefeitos, ele disse que o Goiás na Frente é uma mão na roda para os gestores municipais que estão começando seus mandatos.

“Esse programa Goiás na Frente levanta o astral”, afirmou, ao destacar a retomada dos investimentos. “Estamos vivendo um momento rico, de esperança, de concretude”, acentuou Marconi, ao analisar a perspectiva da retomada do desenvolvimento econômico no Brasil, com Goiás ocupando posição de destaque.

O governador, atendendo a pedidos de ambientalistas, autorizou utilização de parapentes aos atletas na Serra de Jaraguá. Colocou-se à disposição para receber os pleitos dos municípios sem barreiras ou qualquer tipo de discriminação de natureza político-partidária, alegando que governa para todo o Estado.

O prefeito de Jaraguá, Zilomar Antônio de Oliveira (PSDB), afirmou que não existe no Brasil um programa similar e da envergadura do Goiás na Frente, que destina recursos aos municípios, no momento em que o País passa por uma grave crise econômica. O prefeito afirmou que o governador recebeu a todos indistintamente em seu gabinete, sem “cor partidária”, pensando nos interesses maiores de Goiás. Afirmou também que Marconi é um exemplo de gestor público, que corta na própria carne, em nome da estabilidade.

Segundo ele, Goiás lançou um programa que não tem similar no Brasil – o Goiás na Frente – que está na contramão da crise que assola do País. “Se todos os governantes tivessem agido como senhor agiu, certamente o Brasil não teria os milhões e milhões de desempregados que tem hoje”, afirmou. “Eu vejo no senhor um salto para o Brasil muito maior”, disse Zilomar, ao pedir a Marconi que ajude Jaraguá a gerar renda e emprego. “A nossa região do Vale sente mais a crise nacional do que a região Sul”, arrematou o prefeito.

Acompanharam também o governador em Jaraguá os secretários Sérgio Cardoso (Articulação Política), Tayrone Di Martino (Governo), Tales Barreto (Extraordinário), Luiz Stival (Agehab) e Jalles Fontoura (Saneago), os deputado federais Célio Silveira (PSDB) e Alexandre Baldy (PTN) e os estaduais Hélio de Sousa, Nédio Leite, ambos do PSDB.

Participaram também os prefeitos de Jaraguá, Anápolis, Campo Limpo de Goiás, Carmo do Rio Verde, Ceres, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Goianésia, Itaguari, Itaguru, Itapaci, Itauçu, Jesúpolis, Nerópolis, Nova Veneza, Nova Glória, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Rialma, Rianápolis, Rialma, Santa Isabel, Santa Rita do Novo Destino, Santa Rosa de Goiás, São Patrício, Taquaral de Goiás, Uruana e Vila Propício.

“Programa vai melhorar a vida de quem realmente precisa”, afirma Marconi

O governador Marconi Perillo etregou ontem quatro cheques no valor total de R$ 1 milhão 525 mil para os prefeitos de Guapó, Colemar Cardoso (R$ 250 mil); Daves Soares, de Itapuranga (R$ 200 mil); Carlos Alberto, de Goianira (R$ 875 mil); e Edmar Neto, de Acreúna (R$ 200 mil). Os recursos são relativos à primeira parcela dos convênios firmados com os quatro municípios, por meio do Programa Goiás na Frente.

Dinheiro na conta das prefeituras, emprego garantido para quem vai executar essas obras, municipalismo de fato, de verdade”, declarou Marconi, em solenidade que lotou as dependências do Auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Ao comentar o fato de a maioria dos prefeitos escolherem investir os recursos em pavimentação das vias urbanas, ele ressaltou a importância deste tipo de intervenção do poder público nos municípios, por ter enfrentado muitos anos as dificuldades de morar em um lugar com ruas de terra.

“Na cidade de Palmeiras não havia ruas asfaltadas. Já tinha mais de 13 anos de idade, quando chegou o asfalto em minha porta. Lama, enxurrada, poeira, casa não para limpa. Eu e meu irmão ajudávamos na limpeza da casa, com muita dificuldade. Fico muito feliz porque não há nada mais importante para higiene, saúde, do que uma rua asfaltada, bem cuidada, bem recapeada. Convênios com municípios vão, portanto, melhorar a vida de quem realmente precisa, são investimentos na cidadania”, avaliou o governador.

 

Em Aruanã e região, foco do programa é economia do turismo

O Goiás na Frente, maior programa de investimentos do país (R$ 9 bilhões), criado pelo governador Marconi Perillo, desembarcou em Aruanã, localizada na região do Vale do Araguaia, deixando pelo caminho obras que vão garantir desenvolvimento, geração de empregos e qualidade de vida a mais de 100 mil habitantes de 17 municípios.

Pensando no futuro das pessoas da região e das prefeituras, Marconi destinou R$ 207 milhões a serem investidos em obras e ações. O montante “será aumentado porque muitos deputados estão utilizando as emendas para aumentar o valor dos investimentos do programa Goiás na Frente”, afirmou Marconi, que completou dizendo ainda aos prefeitos da região que o governo de Goiás autorizou “a alocação de recursos para a pavimentação da rodovia que liga Aruanã a Cocalzinho”. Segundo ele, a ponte ligando os dois municípios será inaugurada em breve. Está faltando apenas um pedaço do encabeçamento e que ela foi executada exclusivamente com recursos do governo de Goiás.

A região, com forte apelo turístico, sempre esteve nas primeiras colocações do ranking de investimentos do governo de Goiás, com obras nas áreas de segurança, habitação, saúde, saneamento, educação e turismo. “Marconi já fez sua história em Goiás. Agora é a hora dele fazer sua história no Brasil, declarou o secretário extraordinário e coordenador de fiscalização do Goiás na Frente, Talles Barreto.

O vice-governador José Eliton pontuou: “Nós estamos aqui para agradecer a todos e para prestar contas de cada centavo pago em impostos nesse que é o maior programa de investimentos do Brasil. Marconi Perillo não é o governador do discurso, mas da prática, da realização de obras, ao anunciar R$ 500 milhões em benefícios para o interior”.

Governo Marconi não tem paralelo na história de Goiás, diz Selma Bastos

No lançamento da etapa regional do Goiás na Frente, em Aruanã, que vai atender 17 municípios da região, o governador Marconi Perillo abriu espaço para que cada prefeito presente fizesse uma abordagem acerca do alcance do programa em sua cidade.

“É bom que os prefeitos recebam convênios, façam obras e beneficiem as pessoas que moram nas cidades. Quanto melhor estiver o prefeito, melhor para nós. Conseguimos montar o programa que garante dinheiro já no início da administração, depois de uma crise terrível de quase três anos”, afirmou o governador.

A prefeita da cidade de Goiás, Selma Bastos (PT), partido de oposição, disse que “a palavra que me vem à mente é gratidão. Eu sou a prova viva de que Marconi é republicano e municipalista. Esse governo não tem paralelo na história de Goiás”.

O anfitrião, Hermano de Carvalho (PSDB), disse que  sentiu-se honrado e complementou: “Obrigado pela parceria de sucesso e o apoio do senhor para a realização do Aruanã EmCanto e a Temporada do Araguaia”.

“Somos um governo municipalista por convicção e consciência”, afirma José Eliton, em Aruanã

“Somos um governo municipalista por consciência e convicção”, disse o vice-governador José Eliton ontem ao participar de três agendas ao lado do governador Marconi Perillo, dentro do cronograma de apresentação do programa Goiás na Frente e destinação de recursos aos municípios. Em Aruanã, orientou aos prefeitos que agilizem toda a documentação necessária para a celebração de convênios e, com isso, sejam realizados os repasses das primeiras parcelas para que as obras sejam iniciadas. “Juntos, vamos garantir com que Goiás continue a caminhar na frente”, relata.

No início da manhã, Marconi e Eliton promoveram o repasse financeiro dos convênios da Secretaria de Governo (Segov) aos municípios de Acreúna, Goianira, Guapó e Itapuranga. A solenidade, ocorrida no Auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, faz parte da primeira parcela dos recursos do Programa de investimentos Goiás na Frente. Serão repassados: R$ 875 mil (Goianira), R$ 250 mil (Guapó), R$ 200 mil (Acreúna) e R$ 200 mil (Itapuranga). José Eliton destacou a importância “de protegermos aqueles que mais precisam”.

O programa prevê investimentos de R$ 9 bilhões em todo o Estado, com obras importantes de infraestrutura e logística. Visa promover um novo salto de desenvolvimento em todas as regiões. Juntos, os 17 municípios da região do Vale do Araguaia, representados pelos seus prefeitos em Aruanã, somam investimentos de R$ 25,5 milhões, que serão repassados diretamente às prefeituras por meio de convênio celebrado com a Secretaria de Governo.

Acompanhado dos secretários Talles Barreto (Extraordinário de Supervisão do Goiás na Frente), Tayrone Di Martino (Secretaria de Governo) e Sérgio Cardoso (Articulação Política), o vice-governador descreveu o dia como um marco na prestação de contas a todos os cidadãos goianos. “É obrigação do governo ser transparente e mostrar a todos onde estão sendo aplicados os recursos públicos geridos pelo Estado”, relatou.

Convênios

Sobre os primeiros repasses, José Eliton afirma que “os prefeitos mostraram capacidade de organização e vão colher os frutos com os convênios celebrados”. Segundo ele, “o apoio aos municípios é uma parte dos investimentos deste programa”. Segundo informa, o governador já está finalizando a obra de duplicação na GO-070, além de pavimentação em rodovias no Entorno do Distrito Federal. “Em todas as regiões goianas haverá obras estruturantes”, disse.

“Já temos cerca de 70 projetos apresentados, além de audiências com todos os prefeitos”, discorreu Tayrone Di Martino. “A maioria dos gestores está destinando recursos para pavimentação asfáltica”, lembra. “Apesar da crise financeira, temos em Goiás um governador e um vice-governador que mantêm todos os programas sociais e pacotes para a educação, por exemplo”, celebra.

Vitti comemora repasse financeiro do programa

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Vitti (PSDB), prestigiou ontem a solenidade de repasse financeiro dos convênios da Secretaria de Governo aos municípios de Acreúna, Goianira, Guapó e Itapuranga. Os recursos integram o Programa de investimentos Goiás na Frente.

Na oportunidade, José Vitti comemorou a iniciativa ressaltando o incremento à economia goiana que o repasse financeiro às respectivas cidades vai proporcionar. “Estamos reunidos mais uma vez para dar continuidade ao Goiás na Frente. Todos os prefeitos estão extremamente satisfeitos. Vejo que aqueles que desconfiavam desse programa já sabem que é uma realidade que não tem como voltar atrás”, afirmou.

Realizado no Auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira e presidido pelo governador Marconi Perillo (PSDB), o evento contou com as presença dos prefeitos das cidades contempladas, Daves Soares (Itapuranga), Colemar Cardoso (Guapó), Carlos Alberto (Goianira) e Edmar Neto (Acreúna), além de diversas outras autoridades, como o vice-governador José Eliton (PSDB), o deputado licenciado Talles Barreto (PSDB), titular da Secretaria de Fiscalização do Programa Goiás na Frente e a deputada licenciada Lêda Borges, titular da Secretaria Cidadã.

 

Fonte: Assessoria

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*