Incomodado com latidos, homem corta patas de cachorro e o deixa agonizar

A Polícia Civil identificou, na tarde desta segunda-feira (29/5), o autor da morte brutal de um cachorro no interior de Goiás. Sandro Pereira de Melo confessou ter cortado as duas patas dianteiras do animal e o deixado agonizar até a morte.

O crime aconteceu em março deste ano em um abrigo temporário de animais de Iporá (a 215 km de Goiânia), a Associação Vida, e foi motivado, segundo o próprio autor, porque este estava incomodado com os latidos.

Segundo o delegado Ramon Queiroz, responsável pelo caso, Melo confessou o crime e contou que mutilou o cão utilizando um podão; em seguida o jogou dentro do cercado onde ficam os animais resgatados. Ele relatou também que havia matado outro cachorro pouco tempo depois com uma paulada na cabeça.

O autor será indiciado pelo crime de mutilação e maus tratos de animais, previsto na Lei Ambiental. “No entanto, ele foi apenas conduzido. Como a pena é muito pequena, foi ouvido e liberado. Responderá em liberdade”, explicou o delegado.

O autor do crime e a arma usada para mutilar o cachorro | Fotos: PC

FONTE: JORNAL OPÇÃO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*