Homem é preso por estuprar e engravidar prima de 12 anos em Itumbiara

Um homem de 50 anos foi preso nesta quinta-feira (6) por estuprar e engravidar uma prima de 12 anos, que é deficiente mental, em Itumbiara, no sul goiano. Segundo a Polícia Civil, ele nega o crime, mas o exame de DNA comprova que ele é o pai da recém-nascida.

Responsável pelo caso, a delegada Yvve de Melo Rocha explicou que os pais procuraram a polícia no fim do ano passado após descobrir a gravidez da adolescente. Como a menina possui a deficiência, ela tem dificuldade em se expressar e não conseguiu indicar o autor do abuso.

“Primeiro, ela apontou um colega da escola, mas vimos que era impossível porque fica o tempo toda com uma cuidadora. Depois, apontou outra pessoa da família que negou e se dispôs a dar o material genético. Ao ver o cerco se fechando, o autor verdadeiro confessou para alguém da família que poderia ser ele”, explicou a delegada.

Ao ser intimado, o homem negou em depoimento ter tido relações sexuais, mas confirmou ter cometido atos libidinosos e dispôs a fornecer material genético. Após o nascimento da criança, há 3 meses, a polícia colheu o material genético para o exame de DNA.

A delegada explicou que não é possível afirmar quantos abusos a adolescente sofreu. “Ele não confessa e a vítima não tem condição psicológica para apontar, mas acredito que tenha acontecido várias vezes até culminar na gravidez”, explicou.

Em relação ao local em que os abusos ocorriam, a polícia crê que aconteceram na casa da vítima, pois o suspeito mora na mesma rua. “A família suspeita que pode ter acontecido nos pequenos momentos em que a menina ficava sozinha para alguém ir à padaria, por exemplo, porque como ele mora próximo, via e ia até lá”, disse a delegada.

Após o pedido da polícia, a Justiça expediu o mandado de prisão preventiva. O homem foi levado ao Presídio de Sarandi e está à disposição do Poder Judiciário.

FONTE: G1GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*