Agências da Caixa abrem mais cedo para saques do FGTS inativo em Goiás

Agências da Caixa Econômica Federal abrem duas horas mais cedo nesta segunda-feira (10) para o pagamento do último lote das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), em Goiás. As unidades terão atendimento exclusivo para serviços voltados ao benefício, como solucionar dúvidas e emitir a senha do Cartão Cidadão.

Com a liberação do último lote de saques, mais de 94 mil goianos que nasceram em dezembro estão aptos a retirar o dinheiro. Em Goiás, o valor total disponível para saques nesta fase é de R$ 83 milhões.

A liberação dos pagamentos do último lote estava prevista para o dia 14 de julho, mas foi antecipada para sábado (8). Assim, quem nasceu em dezembro terá um período maior para fazer os saques, já que o prazo termina em 31 de julho.

Pagamento do último lote começou no sábado (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Pagamento do último lote começou no sábado (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Prazo final

De acordo com a Caixa, em Goiás, a instituição pagou até a última sexta-feira (7) o benefício para 73% de trabalhadores e 88% em relação ao valor total. Assim, 312 mil pessoas que integram os outros lotes ainda não sacaram o FGTS inativo.

Se o beneficiário não retirar o dinheiro até o fim do mês, o valor voltará para a conta do FGTS e ele só conseguirá sacá-lo se estiver enquadrado nas hipóteses que permitem o saque do FGTS, como trabalhadores ou dependentes portadores do vírus HIV; pessoas em tratamento contra o câncer; doentes em estágio terminal em razão de doença grave, ou se ficar pelo menos 3 anos sem receber depósito de empregadores no Fundo de Garantia.

Calendário das contas inativas do FGTS (Foto: Editoria de Arte/G1)

Calendário das contas inativas do FGTS (Foto: Editoria de Arte/G1)

Formas de sacar

Segundo a Caixa, valores nas contas inativas de até R$ 1.500 podem ser sacados no autoatendimento com a senha do Cartão Cidadão. Para valores até R$ 3.000, o saque pode ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa. Acima de R$ 3.000, os saques devem ser feitos nas agências.

Para facilidade no atendimento, os trabalhadores devem sempre ter em mãos o documento de identificação e Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para valores acima R$ 10 mil, é obrigatória a apresentação destes documentos.

FONTE: G1GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*