Homem mata frentista a tiros e deixa outro funcionário ferido em posto de combustíveis de Caldas Novas

O frentista Robson Rosa de Araújo, de 30 anos, foi morto a tiros na manhã deste domingo (6) enquanto trabalhava em um posto de combustíveis de Caldas Novas, na região sul de Goiás. Um colega de trabalho também foi baleado, mas sobreviveu.

O crime ocorreu por volta das 6h15, no Setor Itajá. Segundo a Polícia Civil, Robson estava retirando as grades de proteção do posto quando foi atingido por vários tiros.

Robson morreu no local. Já o colega de trabalho foi baleado na perna, socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caldas Novas.

Depois, transferiram o frentista ao Hospital Nossa Senhora Aparecida. A unidade de saúde informou ao G1 que o paciente já recebeu alta médica.

Investigação

Responsável pelo caso, a delegada Sabrina Leles explicou que o autor dos disparos fugiu e ainda não foi identificado. Ela afirmou que nada foi roubado.

“Foi homicídio, não foi latrocínio. A motivação ainda está sendo investigada”, disse Sabrina a imprensa.

A delegada informou que já levantou imagens de câmeras de segurança e outras informações para esclarecer a autoria e a motivação do crime.

Tiroteio deixa frentista morto e colega baleado (Foto: Miguel Paiva/ Repórter Cidadão)

Tiroteio deixa frentista morto e colega baleado (Foto: Miguel Paiva/ Repórter Cidadão)

 

 

FONTE: G1GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*