Celular de Tadeu Filippelli tinha fotos de maços de dinheiro, diz PF

Reprodução

O relatório final da Operação Panatenaico destaca três fotos de pilhas de notas de cinquenta e cem reais, extraídas de um Iphone 5 apreendido na casa do ex-vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB). O documento ainda revela que, cerca de três meses antes da deflagração das investigações, o peemedebista viajou para a Europa com Afrânio Roberto, apontado como seu emissário de propina.

O check-in é da empresa TAP Portugal para o trecho Barcelona-Lisboa, nas datas de 7 e 8 de fevereiro. Além de Filippelli e Afrânio, embarcaram a esposa do peemedebista, Ana Paula Fernandes, e Maria Teresa Souza.

Com os dados, a Polícia Federal concluiu a existência de vínculo entre os investigados e ressaltou não ser possível precisar o contexto das imagens com maços de dinheiro. A corporação salientou a inexistência, suspeita, de mensagens via WhatsApp, “indicando que houve preocupação em deletar eventuais registros”.

Do Correio Brasiliense

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*