Secretaria divulga lista de aprovados em concurso da Polícia Militar de Goiás

Segundo órgão, selecionados devem aguardar homologação por publicação no Diário Oficial.

A Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan) divulgou, nesta sexta-feira (25), a lista de aprovados no concurso da Polícia Militar (PM). Segundo o órgão, o resultado só será homologado após publicação desta lista no Diário Oficial.
Confira aqui a lista com os candidatos selecionados.
O órgão pede que os aprovados esperem a convocação e início do curso de formação. Segundo a Segplan, foram 110 homens e 10 mulheres foram aprovados para ocupar as vagas de cadetes. Outros 2.218 homens e 247 mulheres foram classificados para o cargo de soldado de 3ª classe.
Concursos
Os editais dos concursos para PM e Bombeiros foram divulgados em setembro de 2016. No concurso do Corpo de Bombeiros, foram ofertadas 290 vagas. Delas, 250 para o cargo de soldado 3ª classe, com salário de R$ 1,5 mil, e 40 para cadete, com remuneração de R$ 5.401,43.
Já a seleção da Polícia Militar previa 2.420 vagas para soldado de 3ª classe, que exigem diploma em qualquer curso superior, e as outras 80 para cadete, voltadas para bacharéis em direito. A remuneração é a mesma prevista para os bombeiros.
Irregularidades
O MP-GO havia pedido suspensão do concurso, já que, segundo o órgão, durante a aplicação das provas objetivas e discursivas, no último dia 15 de janeiro, candidatos denunciaram diversas irregularidades e erros que comprometem a segurança do concurso.
Segundo a promotora de Justiça Leila Maria de Oliveira, a suspensão é necessária “para que não haja mais prejuízos aos candidatos, à administração pública e à sociedade enquanto a presente ação segue seu curso”. No pedido, protocolado no dia 21 de maio deste ano, ela também solicitou a reaplicação das provas e a publicação de um novo cronograma com todas as etapas do concurso.
A liminar assinada pela juíza Zilmene Gomide da Silva Manzoll suspendia as vagas de soldados de 3ª classe, com salários de R$ 1,5 mil. Em junho deste ano, o desembargador Jeová Sardinha de Moraes derrubou a liminar, permitindo a convocação e nomeação dos aprovados.

Do G1 GO

 

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*