Nova CNH passa por mudanças para evitar falsificações, diz Detran-GO

Confira as diferenças entre a CNH antiga e o novo modelo do documento (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Segundo o órgão, documento alterado já está sendo emitido em Goiás.
Motoristas com habilitação antiga não precisam fazer troca por nova carteira.

Carteira Nacional de Habilitação sofre alteração o visual e está sendo emitida (Foto: Divulgação/Detran-GO
A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) sofreu mudanças no visual para dificultar falsificações, e o novo documento já está sendo emitido pelo Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO). Aqueles que estão retirando ou renovando a habilitação vencida já receberão a versão atualizada, mas quem tem o documento antigo não precisa fazer a troca.

Gerente de habilitação do Detran-GO, Rodrigo Rezende explica que são várias as mudanças no visual da CNH para dificultar a falsificação e a adulteração do documento.

“As modificações foram estabelecidas para melhorar a segurança, já que a habilitação também é usada como documento de identidade, o que o torna visado para falsificação. Quando acontecem furtos de documentos, os bandidos fazem uma lavagem química na CNH e inserem outros dados. O novo documento tem elementos no papel que denunciam que foi feita essa lavagem”, disse ao G1.

Segundo ele, entre as principais mudanças estão a nova cor do papel, que é mais amarelado, a impressão não é mais feita em azul e sim em preto e há diversos novos elementos no documento. Entre os mais visíveis estão: o mapa e a sigla do estado que aparecem no canto superior direito, o mapa do Brasil em dourado na lateral esquerda e todas as siglas dos estados brasileiros na margem direita.

“Também foram inseridas outras marcas d’água que não existiam antes, no papel existem espaços com microletras positivas e negativas, fundos geométricos e falhas técnicas específicas para dificultar a falsificação. Algumas áreas e letras também têm fluorescência se colocadas sob luz UV”, detalhou o gerente.

Carteira Nacional de Habilitação sofre alteração no visual e está sendo emitida (Foto: Divulgação/Detran-GO)

Ainda conforme Rezende, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) quer inserir ainda um QR code no verso da CNH a partir do próximo mês de março para reforçar a segurança do documento. “Ainda não está definido o sistema, mas o objetivo é que, ao fazer a leitura desse código, seja possível acessar todos os dados do motorista habilitado e fica ainda mais difícil para o bandido falsificar ou adulterar isso”, completou.

O gerente de habilitação ressaltou que os motoristas que possuem a carteira antiga não precisam ir ao Detran-GO fazer um novo documento, e que as mudanças não geram gastos para a população.

“Aos poucos, os motoristas vão receber a carteira nova, à medida que precisarem renovar quando o documento vencer, se precisarem mudar o tipo de habilitação ou qualquer serviço que exigir a emissão de um novo documento. Mas não precisam ir fazer a substituição por causa das mudanças. Além disso, não há nenhum custo extra para o habilitado”, garantiu.

Confira as diferenças entre a CNH antiga e o novo modelo do documento (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Fonte :Vanessa MartinsDo G1 GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*