Deputado Iso Moreira publica em sua rede social sobre a importância da Chapada dos Veadeiros : Patrimônio Natural da Humanidade

Os prefeitos de Alto Paraíso, Martinho Mendes e de Cavalcante, Josemar Freire, decretaram situação de emergência nesta segunda-feira, 23, após o agravamento do incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Segundo cálculo do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o fogo já consumiu 35 mil hectares dos 240 mil hectares da unidade, aproximadamente 15% da área total da unidade de preservação.
Para conter o incêndio, está sendo realizada uma força-tarefa organizada, com a contribuição dos voluntários e integrantes do ICMbio, Grupo Ambientalista do Torto (GAT), Corpo de Bombeiros de Goiás e do Distrito Federal, Polícia Rodoviária Federal e da Prefeitura de Alto Paraíso.
Atualmente, o parque conta com uma extensão da unidade de conservação de 240 mil hectares e tem abrangência nas cidades de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul, Teresina de Goiás, Nova Roma e São João D’Aliança.
As chamas, que tiveram início este mês, resultaram recentemente no fechamento do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) para visitação. O ICMBio confirmou que a causa da tragédia é criminosa.
Declarado Patrimônio Natural da Humanidade em 2001 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a “Chapada dos Veadeiros” é uma das mais importantes unidades de conservação do Cerrado, é o habitat de várias espécies em extinção ou que só existem no local, como o lobo-guará e a onça pintada. O objetivo agora, é conter o mais rápido possível o incêndio que já causou grande perda a fauna e flora desse importante bioma do nosso Estado.

Facebook

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*