DANÇA DAS CADEIRAS NA CÂMARA MUNICIPAL DE FORMOSA,SERÁ?

Na tarde de ontem, 09.11.2017 aconteceu em Goiânia o julgamento  da ação de impugnação que se refere a denuncia de  fraude na inscrição de candidatas a vereadora com o único fim de “suprir contingente de gênero exigido pela legislação”.

O  Relator, Desembargador Carlos Hipólito Escher votou pelo conhecimento do recurso, acolhimento da preliminar de ilegitimidade passiva  e desprovimento do recurso, o voto do relator foi acompanhado pelos Juízes Luciano Mtanios Hanna e Marcelo Arantes de Melo Borges.

Votou de modo divergente o Juiz Fabiano Abel de Aragão Fernandes, que entendeu pelo provimento do recurso. Foi acompanhado pelos Juízes Fernando de Castro Mesquita e Jesus Crisóstomo de Almeida.

O julgamento foi suspenso em razão de pedido de vista do Desembargador Kisleu Dias Maciel.

Ressaltando que se  julgado proveniente teremos a dança de  cadeiras da Câmara Municipal de Formosa.

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*