Jogadores do Formosa Esporte estão tomando banho de balde

Há pelo menos 6 dias, os jogadores do Formosa Esporte tomam banho de balde após os treinos no estádio Diogão.

Na sexta-feira passada, 29/12/2017, os funcionários do clube e servidores que trabalham no local perceberam a falta de energia elétrica. Sem a energia, a água que chega ao estádio não consegue subir até a caixa d’agua, o que impede o uso dos chuveiros no vestiário do Diogão.

Qualquer equipamento elétrico ligado as tomadas das cabines de rádio, por exemplo, não funcionam.

Em conversa com o repórter do Lance Goiás, o mordomo Sombra relatou estar carregando desde às 5:30 da manhã de hoje baldes para os atletas se lavarem e para limpeza dos vestiários.
Além 28 atletas do elenco profissional prejudicados, 30 da base também foram afetados pela falta de eletricidade. Segundo relatos, tomaram banho de mangueira ao lado da caixa d’água do estádio.

O assessor do clube, Henrique Botelho, disse ao Lance Goiás que a diretoria está animada com o momento da equipe e que os atletas não se negaram a treinar mesmo com as condições de momento.

OUTRO LADO

À reportagem, o superintendente municipal de esportes e lazer, Caburé, afirmou que o problema é que apenas uma das fases do quadro de energia está em funcionamento. A previsão do superintendente é de que até o final da tarde “estará resolvido.”

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da CELG para obter mais informações, mas ainda não recebeu resposta do órgão. Assim que a empresa se manifestar, publicaremos.

Opinião

Em 2017, um time de futsal masculino da cidade foi campeão de uma competição jogos abertos de Goiás. O prefeito de Formosa recebeu as atletas para sair na foto. Após um ano da atual administração, a falta de capacidade administrativa para resolver problemas corriqueiros do dia-a-dia parece persistir. Parece que o prefeito só quer sair na foto.

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*