Renovação do Programa Bolsa Universitária termina nesta terça-feira

em renovar benefício no site da OVG em Goiás (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

OVG diz que quase 2 mil alunos não fizeram o procedimento e correm risco de perder a bolsa; para garantir benefício basta acessar site do órgão e seguir passo a passo.

De acordo com a OVG, dos cerca de 18 mil estudantes que devem realizar o procedimento, 16,1 mil fizeram a renovação até a tarde de segunda-feira (22). O órgão alerta para o fato de que apenas os bolsistas que cumpriram a contrapartida exigida pelo programa podem renovar a bolsa.

O processo de renovação está disponível desde o dia 3 de janeiro. Os universitários que não fizeram a renovação até esta terça-feira têm a bolsa cancelada automaticamente.

Passo a passo

Para fazer a renovação é necessário:

  1. Entrar no site da OVG;
  2. Clicar no campo “Portal Bolsa Universitária”;
  3. Acessar os links “Aluno” e “Central do Aluno”.

Dentro do sistema o estudante seguirá o passo a passo, atualizando os dados necessários e garantindo a manutenção no programa.

Além da renovação eletrônica, o aluno beneficiário também pode se inscrever para participar da 3ª Feira do Estudante – Expo Ciee Goiás. O evento, organizado pelo Centro de Integração Empresa-Escola, ocorre nos dias 20 e 21 de fevereiro, no Centro de Cultura e Convenções de Goiânia.

A feira traz oportunidades para os estudantes terem contato com o mercado de trabalho e, além disto, a participação no evento conta como início da atividade de contrapartida de quem é bolsista para o primeiro semestre de 2018.

Bolsista deverá acessar sistema da OVG para realizar renovação (Foto: OVG/Reprodução)Bolsista deverá acessar sistema da OVG para realizar renovação (Foto: OVG/Reprodução)

Bolsista deverá acessar sistema da OVG para realizar renovação (Foto: OVG/Reprodução)

Programa

O Programa Bolsa Universitária, existente desde 1999, já contemplou 187 mil estudantes. O principal parâmetro de avaliação para seleção dos universitários participantes é o critério socioeconômico.

A renda familiar não pode ultrapassar três salários mínimos para ter acesso à bolsa integral. Já para o benefício parcial, esse valor sobe para seis salários mínimos.

Atualmente, alunos de 75 instituições de ensino superior particulares em todo o estado usufruem do programa.

Do G1 GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*