Promotor apura suposta intervenção política na substituição da direção do Colégio Militar de Formosa

FormosaO promotor de Justiça Douglas Chegury, que atua também no controle externo da atividade policial em Formosa, instaurou inquérito civil público visando apurar irregularidade da substituição da diretora do Colégio Militar Domingos de Oliveira, diante da notícia de que o comando da PM teria utilizado critérios políticos para a escolha do novo dirigente.

Para verificar a suposta intervenção política, o promotor vai ouvir os envolvidos e analisar os critérios adotados pela PM. O comandante-geral da PM e o comandante de ensino da corporação já foram oficiados para que prestem informações sobre o caso, no prazo de cinco dias. A diretoria da escola, professores, pais e alunos também serão ouvidos para esclarecer as circunstâncias da substituição. (Cristiani Honório/Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Foto: arquivo da Promotoria de Justiça de Formosa)

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*