Dessa vez o SMT superou todas as expectativas.

Foto ilustrativa

Enquanto os fiéis da igreja São Sebastião estavam na missa rezando, pedindo a Deus por melhores governantes e por uma segurança de qualidade em nossa cidade, o SMT estava sem dó nem piedade alertando a todos os fiéis e donos dos carros de quem não oferecia nem um perigo a população daquele bairro e de que a décadas estacionam seus carros em horários de missa naquele lugar, que da próxima vez todos estariam multados.
Com tantas outras coisas pra fazer e resolver na cidade de Formosa, decidiram mostrar serviço logo na porta da igreja São Sebastião e irá multar todos os carros que estiverem estacionados ali, independente de ser ou não em horários de missa, pois pra eles os fiéis estão infringindo a lei de trânsito. 
Será que todos os transtornos no trânsito de Formosa está na porta da igreja São Sebastião?
Será que a solução para o trânsito caótico de Formosa está em frente a igreja da Formosinha?
Já que estão tão preocupados em cumprir a lei de trânsito, porque não dão multas para quem passa com o som alto na hora das missas e cultos?
Porque não multar os carros em frente as escolas na hora da entrada e saída de aula?
Porque não multar os carros que ficam em frente os restaurantes no centro da cidade?
Será que o SMT está verdadeiramente fazendo a lei ser cumprida nos locais públicos? Ou será que estão multando apenas os lugares que convém?
Porque vemos que a mesma lei não está valendo para os carros estacionados na praça da Prefeitura, carros estes que são da maioria dos funcionários públicos da Prefeitura Municipal de Formosa. Será que lá pode porque são dos governantes e poderosos e os mesmos querem se beneficiar dos impostos em cima de fiéis que rezam do que dos nossos representantes? 
Até quando vamos ficar nas mãos de governantes incompetentes que fazem a lei cumprir quando e onde bem querem?
Na minha humilde opinião o pau que bate no Chico tem que bater no Francisco.
Estamos de olho.

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*