Candidato do PSOL a governador propõe cancelamento da venda da CELG

O  Diretório Estadual do Partido Socialismo e Liberdade – PSO – escolheu o mesmo nome que disputou o governo de Goiás em 2014.  O professor Weslei Garcia será o candidato a governador segundo decisão do encontro realizado neste domingo, 22, em Valparaíso de Goiás. O outro pretende na disputa, Fabrício Rosa, vai disputar a candidatura ao senado pelo partido.

O candidato a governador é professor da rede pública e, segundo a assessoria de imprensa, “tem a educação como uma de suas prioridades, principalmente na defesa da jornada ampliada, da titularidade na educação e um sistema educacional libertador”.

Em nota, o partido informou que o candidato do PSOL  “terá como proposta de governo retornar a gestão da saúde ao governo do estado, valorizar a agricultura familiar, e o sistema cooperativado, reverter a privatização da CELG (Hoje, Enel Distribuição) e manutenção da SANEAGO estatal, implantação do programa Saúde em Casa e a desmilitarização da polícia. A valorização dos servidores públicos e políticas para meio ambiente também estão na lista de prioridades de seu programa de governo”.

Do Diário de Goiás

print