Alvo de bandidos era o filho do PM executado em Goiânia, diz polícia

Dennyo Edno Gonçalves dos Santos

De acordo com a PC, os delegados Ernane Cazer e Thiago Damasceno, respectivamente, adjunto e titular da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), estiveram no local e não irão se pronunciar. A partir desta quarta-feira (20), o caso ficará a cargo do delegado Hellyton Carvalho, que apenas se pronunciará após a finalização do inquérito.

O circuito de câmeras de um vizinho registrou um carro prata passando pela rua após Dennyo ser morto. Os suspeitos ainda não foram identificados e localizados. Dennyo já foi membro das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e atualmente estava lotado Comando de Apoio Logístico (CAL).

De O Popular

print
%d blogueiros gostam disto: