Lula lidera na estimulada e na espontânea, aponta pesquisa CNI/Ibope

Na primeira pesquisa CNI/Ibope sobre intenção de voto nas eleições presidenciais de 2018, a liderança é do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tanto na estimulada, quanto na espontânea. Na pergunta estimulada, ou seja, que apresenta o nome do candidato, Lula aparece dom 33% das intenções de voto, já na espontânea, a liderança também é dele, com 21%.

Em um cenário sem Lula e com o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, na pergunta estimulada, os candidatos Jair Bolsonaro (17%) e Marina Silva (13%) aparecem tecnicamente empatados no limite da margem de erro da pesquisa. Em seguida, também tecnicamente empatados, surgem Ciro Gomes (8%) e Geraldo Alckmin (6%).

Álvaro Dias é apontado por 3% do eleitorado, enquanto Fernando Haddad e Fernando Collor de Mello têm 2% das intenções de voto, cada um. Com 1% de menções cada, estão: Manuela D’Ávila, João Amoêdo, Rodrigo Maia, Henrique Meirelles, João Goulart Filho, Flávio Rocha, Guilherme Boulos e Levy Fidelix.

Os candidatos Valéria Monteiro, Aldo Rebelo, Paulo Rabello de Castro e Guilher Afif Domingos não atingem 1% das intenções de voto cada um nesta pesquisa. O percentual dos que declaram a intenção de votar em branco ou de anular o voto é de 33%, enquanto 8% declaram-se indecisos.

Em relação a rejeição, aproximadamente um terço dos entrevistados declarou que não votaria de jeito nenhum em Fernando Collor de Mello (32%), ou em Jair Bolsonaro (32%) ou ainda em Lula (31%).

Geraldo Alckmin foi citado por 22%, Ciro Gomes e Marina Silva por 18% dos entrevistados, cada um.

Vale ressaltar que as candidaturas à presidente da República ainda não estão oficialmente definidas. Os cenários testados foram construídos com base nos prováveis nomes para a disputa, citados na mídia e/ou informados pelos partidos políticos.

A pesquisa foi realizada pelo Ibope Inteligência entre os dias 21 e 24 de junho de 2018, com 2 mil eleitores. A margem de erro máxima estimada é de 2 pontos percentuais par mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo n° BR-02265/2018.

Veja os percentuais:

Estimulada – Sem Lula

  • Jair Bolsonaro – 17%
  • Marina Silva – 13%
  • Ciro Gomes – 8%
  • Geraldo Alckmin – 6%
  • Álvaro Dias – 3%
  • Fernando Collor de Mello – 2%
  • Fernando Haddad – 2%
  • Flávio Rocha – 1%
  • Guilherme Boulos – 1%
  • Henrique Meirelles – 1%
  • João Amoêdo – 1%
  • Levy Fidelix – 1%
  • João Goulart Filho – 1%
  • Manuela D´Ávila – 1%
  • Rodrigo Maia – 1%
  • Outros com menos de 1%
  • Branco/Nulo – 33%
  • Não sabe/não respondeu – 8%

 

Estimulada – Com Lula

  • Lula – 33%
  • Jair Bolsonaro – 15%
  • Marina Silva – 7%
  • Ciro Gomes – 4%
  • Geraldo Alckmin – 4%
  • Álvaro Dias – 2%
  • João Amoêdo – 1%
  • Manuela D´Ávila – 1%
  • Fernando Collor de Mello – 1%
  • Flávio Rocha – 1%
  • Levy Fidelix – 1%
  • João Goulart Filho – 1%
  • Outros com menos de 1%
  • Branco/Nulo – 22%
  • Não sabe/não respondeu – 6%

 

Espontânea

  • Lula – 21%
  • Jair Bolsonaro – 11%
  • Ciro Gomes – 2%
  • Marina Silva – 2%
  • Álvaro Dias – 1%
  • Geraldo Alckmin – 1%
  • João Amoêdo – 1%
  • Outros com menos de 1%
  • Branco/Nulo – 31%
  • Não sabe/não respondeu – 28%

Do Diário de Goiás.

print