Rápido, forte e finalizador: Flamengo mira contratação de atacante do Spartak para 2020

Foto reprodução

Ao assumir a presidência do ​Flamengo, Rodolfo Landim decidiu, em seu primeiro ano de gestão, abrir ​os cofres e investir em contratações de peso para o elenco. Os reforços trazidos pelo vice-presidente de futebol, Marcos Braz, foram praticamente certeiros, já que Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís, Rafinha, Gerson, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol são titulares absolutos do esquadrão comandado pelo português Jorge Jesus.

O treinador foi outra aposta de Landim e Braz para trazer títulos de expressão novamente ao clube da Gávea. JJ desembarcou no Rio de Janeiro em junho para um contrato de uma temporada e, em pouco mais de três meses, fez sua equipe voar no Campeonato Brasileiro, em que é líder isolado, e na Libertadores. Após 35 anos, o Flamengo retornou à penúltima fase do torneio continental e o empate no jogo de ida em Porto Alegre faz o Rubro-Negro ter vantagem para a partida de volta, no dia 23, no Maracanã.

Mas mesmo que o relacionamento entre o “Mister” e a diretoria, isso sem contar com a imensa nação rubro-negra, seja o melhor possível, o português quer mais. Por isso já iniciou as conversas para o planejamento de 2020, indicando mais nomes interessantes que podem reforçar seu plantel. O ​colunista do site Torcedores.com, Allan Abi Madi, traz informações exclusivas dos bastidores do Ninho do Urubu.

Segundo o jornalista, a ideia de Jesus e Marcos Braz é a de qualificar o banco de reservas. Após perder titulares por lesões, suspensões e convocações, a equipe acusou desgaste nas últimas partidas pelo Brasileirão”. Mas está longe de a direção ir atrás de suplentes, mas de jogadores que disputem posição com os 11 iniciais, como quer o português. O objetivo é não perder a qualidade mesmo durante competições simultâneas.

Dentro do clube, o Centro de Inteligência e Mercado faz avaliações dos jogadores do Flamengo e também de atletas que estão no mercado. Várias opções já foram analisadas, como o zagueiro Gustavo Henrique, que fica sem contrato com o Santos em janeiro, e o volante Allan, emprestado pelo Liverpool ao Fluminense. Um nome novo nas alamedas da Gávea que aparece em pauta é o do atacante Pedro Rocha.

O jogador de 25 anos está emprestado pelo Spartak Moscou ao Cruzeiro até dezembro, mas os mineiros, com graves problemas financeiros, não devem ter investimento para comprar em definitivo ou prorrogar sua estadia. Não há informações sobre valores pedidos pelos russos, porém só o empréstimo custou à Raposa mais de R$ 3 milhões. Segundo o site Transfermarkt, o atacante é avaliado em 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões na cotação atual).

Rocha atua como um segundo atacante, caindo pelo lado esquerdo, função que hoje mais se assemelha ao estilo e posicionamento de Arrascaeta, que está se recuperando de artroscopia no joelho esquerdo. Rápido, forte e finalizador, ele também está apto para exercer a função mais centralizada no ataque, assim como Gabigol e Bruno Henrique. Curiosamente a referência na área é algo que Jesus ainda procura no mercado.

Fonte: 90min – Portuguese

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*