Veja quem são os quatro finalistas do concurso Novos Talentos 2019

Quatro semifinalistas do Novos Talentos 2019 Goiânia Goiás — Foto: Vanessa Martins/G1

Vote em quem você acha que merece vencer essa competição!

Os oito semifinalistas do concurso Novos Talentos cantaram músicas autorais e covers na manhã deste sábado (30), na sede da TV Anhanguera, em Goiânia, e quatro deles foram escolhidos para disputar a final:

  1. Brunno Oliveira – 38,5
  2. Fellipe Morais – 36
  3. Vinícius e Venâncio – 34
  4. Fred Monteiro – 34 (desempate por votos no G1)

O resultado é uma média entre as notas do jurados e do público, que escolheu por meio de votações. Todos têm o mesmo peso.

Portanto, para cada candidato são somadas três notas de jurados – uma de cada – mais a nota equivalente ao número de votos que cada um teve do público. Assim como na semifinal, você pode votar em um dos quatro finalistas. Quem você acha que merece vencer?

Disputa

Os artistas estão na reta final, mas já passaram por muitos momentos nesta competição. Eles passaram pela primeira seleção em que quase 400 pessoas se inscreveram.

Do total, 20 foram selecionados pelos jurados Anselmo Troncoso, Maestro Pinocchio e Nano Pádua. Na audição, foram escolhidos os oito semifinalistas.

O vencedor será premiado com a gravação de um clipe com arranjo musical feito por um músico ou produtor musical escolhido pela TV Anhanguera e com direção e produção de Anselmo Troncoso.

Além disso, o campeão também ganhará a carteira da Ordem dos Músicos do Brasil (OMB) com cinco anuidades pagas. Outro prêmio é a apresentação durante um show do projeto Deu Praia, em Goiânia, com data a definir.

Conheça um pouco sobre cada finalista

Brunno Oliveira

O artista gosta de cantar estilos variados, do pop ao sertanejo. Nascido e criado em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, ele sente que esta é uma grande oportunidade na sua carreira.

Aos 8 anos, Brunno tocava na igreja. Quatro anos depois, ele começou a cantar em festas de família. O início da carreira profissional começou quando o jovem tinha 15 anos, quando se apresentou em um evento da Prefeitura de Aparecida de Goiânia.

Fellipe Morais

Fã de sertanejo, ele começou a curtir música ainda na infância. Ele foi influenciado pelo avô e tio, que também são cantores.

Atualmente, uma das grandes alegrias de Fellipe é tocar ao lado do irmão mais novo, que tem 13 anos. Os dois gravam as apresentações e publicam nas redes sociais.

Fellipe terminou o ensino médio recentemente e pensa em cursar publicidade, mas seu grande sonho é ter uma carreira musical de sucesso.

Vinícius e Venâncio

Aos 19 anos, os irmãos gêmeos compartilham histórias ligadas ao sertanejo raiz, do qual são grandes fãs. A rotina de shows da dupla, no entanto, nunca chegou a interferir nos estudos. Atualmente, Vinícius e Venâncio cursam o 4º período de agronomia, em Anápolis, cidade onde moram e que fica a 55 km de Goiânia.

Eles começaram a tocar com seis anos de idade. O pai deles, apesar de não cantar, sempre os estimulou. Desde os sete eles viajam pelo Brasil se apresentando em vários estados.

Fred Monteiro

O cantor até começou no sertanejo inspirado pelo pai, que tinha uma dupla, mas depois se encontrou no pop rock e na MPB.

O competidor tem mais de 10 anos de experiência no universo musical. Há sete anos, Fred acabou percebendo que ele e o pai tinham “estilos musicais muito diferentes”.

Foi nessa época que Fred começou a se aventurar e, atualmente, faz shows em bares, restaurantes e eventos. Ele se apresenta tanto individualmente, quanto com a banda Trimurti, que montou há alguns anos.

Por Vanessa Martins, G1 GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*