Operação Goiânia Limpa, da Polícia Civil, identifica pichadores da capita

Foto: PCGO

Foram identificados, até o momento, os 10 maiores pichadores da atualidade na capital.

A Polícia Civil do Estado de Goiás, através da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente (Dema), realizou na manhã desta quinta-feira (13/2) a 4ª etapa da Operação Goiânia Limpa com cumprimento de vários mandados judiciais. A operação teve como objetivo a identificação dos autores de pichações em residências, monumentos, viadutos, prédios e outros imóveis da capital. Foram identificados, até o momento, os 10 maiores pichadores da atualidade.

O resultado da Operação Goiânia Limpa será apresentado oficialmente ainda hoje. Em coletiva, será divulgado o resultado de 6 meses de investigações da Polícia Civil na identificação de diversos pontos pichados na capital. Segundo a Polícia Civil, foram identificados os 10 maiores pichadores da atualidade, sendo que, apenas um deles, pichou cerca de 2 mil pontos; o segundo, cerca de mil pontos entre imóveis comerciais, residenciais, monumentos urbanos tombados, vias públicas, viadutos.

Ainda de acordo com a corporação, as pichações causaram prejuízo material de milhões de reais, além do dano estético e visual à cidade.

Em outra etapa da Operação Goiânia Limpa, estabelecimentos comerciais e construções irregulares foram fiscalizados

Em abril de 2018, uma outra etapa da Operação Goiânia Limpa, também deflagrada pela Dema, teve como objetivo conscientizar e fiscalizar a população para uma capital mais limpa. O delegado titular da delegacia, Luziano de Carvalho, explicou, na época, os procedimentos que seriam seguidos na operação, que contou com a parceria da Agencia Municipal do Meio Ambiente (Amma).

Foram fiscalizados, na ocasião, postos de combustíveis, lava-jatos, oficinas mecânicas, construções irregulares em nascestes e matas ciliares, lançamento de esgotos, pichações, prédios abandonados entre outros nesta semana. O delegado chegou a destacar que teve como meta a vigilância de bairros como São José, São Marcos, Nova Suíça e os Residenciais London Park e Nova Suíça, que estava com problemas de degradação ao meio ambiente.

Fonte: Dia online Goias

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*