Após Caiado fazer apelo, Entorno confirma primeiros casos de covid-19

Foto: Reprodução/Mapio Net

Duas pessoas de Valparaíso de Goiás estão infectados. “Se você não exerce função específica na área de segurança, saúde ou limpeza hospitalar, não vá a Brasília”, pediu o governador. DF tem 161 confirmações.

A região do Entorno do Distrito Federal registrou os primeiros casos de infecção por coronavírus. Conforme o boletim da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), divulgado na noite desta terça-feira (24/3), dois moradores de Valparaíso de Goiás contraíram a covid-19; eles estão em isolamento domiciliar.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Valparaíso de Goiás, existem 19 casos suspeitos e oito em investigação. Outras 10 pessoas estão sendo monitoradas no Novo Gama, outra cidade goiana localizada no Entorno. Ao todo, Goiás registra 29 casos da doença, sendo:

  • Goiânia: 15
  • Rio Verde: 5
  • Anápolis: 3
  • Aparecida de Goiânia: 2
  • Jataí: 1
  • Catalão: 1
  • Valparaíso de Goiás: 2

Segundo o boletim, há 1336 casos suspeitos em investigação e 220 já foram descartados. Não há registros de óbitos no estado. Os dados são os que estão registrados no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de Goiás.

Caiado faz apelo aos moradores do Entorno: “Só vão a Brasília em caso de extrema necessidade”

Três dias antes da confirmação dos casos, o governador Ronaldo Caiado (DEM) havia feito um alerta aos moradores das cidades goianas no Entorno do DF. Na ocasião, Caiado pediu para eles não se dirijam a Brasília a não ser em caso de necessidade, como servidores que trabalham em atividades essenciais, como nas áreas da saúde, alimentação, limpeza hospitalar e segurança.

“Faço um apelo à população que vive nessas cidades do Entorno: respeitem a quarentena. Ela é a única forma de se combater esse inimigo invisível que estamos enfrentando. Não há outra medicação, outro remédio para combater esse novo coronavírus. Se você não exerce função específica na área de segurança, saúde ou limpeza hospitalar, não vá a Brasília”, reforçou.

O gestor estadual lembrou que a capital federal, por sua localização geográfica e importância política, recebe visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo e, neste sentido, vem sendo penalizada. E a região do Entorno, por ser a mais populosa do Estado de Goiás depois da Região Metropolitana de Goiânia, preocupa muito com relação à disseminação do vírus.

Até esta terça-feira (24/3), o Distrito Federal contabilizava 161 casos confirmados. Além disso, 3.666 pessoas estão com suspeita da doença na capital federal.

Fonte: Dia Online Goias

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*