Familiares vão ao MP/GO contra Prefeito de Cabeceiras alegando ser falso que o mesmo faleceu por COVID-19

Cabeceiras

Após o Prefeito Municipal de Cabeceiras de Goiás Everton Francisco de Matos (TUTA) comunicar a população de óbito de morador do município por COVID-19, familiares do suposto falecido procuraram o Ministério Público do Estado de Goiás pedindo apuração de irregularidades por parte do gestor.

Segundo alegam os familiares, não foi comprovado em nenhum momento que o falecido contraiu a doença e na certidão de óbito (em anexo) não consta como suspeita de COVID-19 e esposa, filhos e familiares próximos que tiveram contato testaram negativo para o novo Coronavírus.

Segundo apuramos, a Promotoria de Justiça deu prazo de 48 horas para que o prefeito possa apresentar resultado positivo dos exames de COVID-19, que se encerra hoje (25/05).

O Grupo Lance externa todo o seu pesar e roga a Deus que dê forças para que a familia possa se manter firme, além de solucionar todas as questões sobre o falecimento.

Por Lance Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*