Fleury desenvolve teste para Covid-19 capaz de analisar 1.500 amostras por dia

O grupo de medicina diagnóstica Fleury informou nesta terça-feira (26) que começou a oferecer em sua rede um novo tipo de teste para Covid-19 que analisa proteínas do novo coronavírus.

Segundo a empresa, o chamado método por proteômica, que usa material obtido da mucosa do fundo do nariz ou da garganta com um cotonete, tem vantagens por ter menos exigências no armazenamento das amostras, como de temperaturas e transporte.

Por isso, o modelo serviria como opção para falta de insumos do exame RT-PCR, considerado padrão-ouro, mas tem custo menor, podendo chegar a mais regiões do país. O resultado fica pronto em três dias úteis.

“A descoberta inaugura caminho, paralelamente, para expandir análises de fisiologia do vírus e seu potencial infectante, abrindo oportunidade para novas perspectivas da dinâmica da doença”, afirmou o Fleury, acrescentando que tem potencial de analisar mais de 1.500 amostras por dia.

Na última semana, o Hospital Israelita Albert Einstein também anunciou um novo método capaz de analisar o mesmo volume de exames. As descobertas podem ser uma alternativa para testagem em massa.

 

Por CNN Brasil 

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*