Reunião entre prefeitos, deputados e senadores goianos irá afinar apoio à prorrogação de mandatos

Por causa de pandemia, prefeitos e parlamentares irá decidir pelo apoio ou não da Proposta de Emenda Constitucional nº 19, que tramita no Congresso, que prevê mandato intermediário de dois anos para cargos políticos

Eleições municipais de 2020 (Foto: Reprodução)

A Agência Goiana de Municípios (AGM) e Federação Goiana de Municípios (FGM) organizam para esta sexta-feira, 5, uma videoconferência com a participação de prefeitos, deputados federais e senadores goianos, além de Glademir Aroldi, presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM). A reunião irá tratar do adiamento das eleições e possível prorrogação de mandatos.

As entidades pretendem solicitar o apoio de parlamentares goianos na aprovação da Proposta de Emenda Constitucional nº 19, de autoria do senador Wellington Fagundes (PL-MT), que prevê a coincidência de mandatos de vereador à presidente da República a partir de 2022. Caso aprovada, criará um mandato intermediário com dois anos de duração.

“É importante definirmos o quanto antes a questão da realização das eleições, se realmente vão ocorrer em outubro ou se serão adiadas. Caso contrário não teremos campanha. Outro detalhe que merece ser analisado é o fato de que, se forem adiadas para o final do ano, vão prejudicar as administrações atuais, principalmente no que se refere à prestação de contas”, afirmou Paulo Sérgio de Rezende, presidente da AGM.

A deputada federal Flávia Morais também destacou a importância do tema. “Temos que definir o quanto antes a data das eleições. Até porque, dependendo da decisão da justiça eleitoral, haverá necessidade de apreciação pelo Congresso Nacional”, disse.

POR JORNAL OPÇÃO 

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*