Casos de homicídio e latrocínio caem 28% no DF durante isolamento social

Projéteis no chão; em imagem de arquivo — Foto: Getty Images

De março a maio deste ano, houve uma queda de 28% nos índices de homicídio e latrocínio – roubo seguido de morte – no Distrito Federal. Esses três meses foram marcados por medidas de isolamento social, devido à pandemia do novo coronavírus.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), o total de crimes violentos letais passou de 126 no mesmo período em 2019 para 91 neste ano.

A redução também ocorreu no número de roubos a pedestres e estupros na capital. De março a maio houve 118 casos de abuso sexual contra 182 no período anterior. Já os casos de assalto passaram de 7.742 para 4.647 – redução de 40% nos casos.

No geral, portanto, nos três meses de isolamento social no DF, os crimes tiveram uma baixa de 37%. Segundo o governo, foram 12.079 ocorrências registradas de março a maio de 2019 contra 7.613 nos mesmos meses deste ano. A estatística não detalha o total de feminicídios até maio.

Ocorrências de crimes no DF de março a maio de 2020

Natureza 2019 2020
Homicídio 117 83
Latrocínio 7 7
Lesão corporal seguida de morte 2 1
Total de crimes violentos letais 126 91
Roubo a pedestre 7.742 4.647
Roubo a comércio 350 206
Roubo a residência 130 129
Estupro 182 118
Tentativa de homicídio 227 166
Total de crimes 12.079 7.613

Isolamento social

As medidas de isolamento social começaram a ser aplicadas no DF no dia 11 de março, com o decreto que suspendeu as aulas da rede pública. Em seguida, o comércio e bancos foram fechados.

Em abril, o governador iniciou uma série de flexibilizações. A última ocorreu em maio, com a reabertura de parques, igrejas, atividades de cinema e teatro ao ar livre.

Já, nesta segunda-feira (8), começou a valer o decreto que determina o fechamento do comércio, de parques e igrejas nas regiões de Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Estrutural. A medida vale até quinta-feira (11).

Por Marília Marques, G1 DF
print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*