Energia elétrica e sustentabilidade

Atualmente muito se fala sobre sustentabilidade, e isso é bom, pois traz a curiosidade sobre o tema e fomenta o assunto meio ambiente, que é de extrema importância para todos, uma vez que os recursos básicos para a vida são o próprio meio ambiente como exemplo solo e água. A sustentabilidade pode ser entendida como o equilíbrio entre a necessidade doconsumo humano com a preservação dos recursos naturais.

O Brasil e o mundo passam por escassez hídrica e períodos de seca diminuem o volume de água de rios que abastecem as usinas hidrelétricas, que são a principal fonte de energia elétrica.

A lógica é simples, quanto mais energia você consome, mais água será utilizada para gerar essa energia, portanto pequenas ações fazem toda diferença. Existem inúmeras formas de minimizar o consumo com simples mudanças de hábitos, como exemplo, a troca de lâmpadas comuns por do tipo LED, que como exemplo em Formosa, temos a troca de toda iluminação da Avenida Tancredo Neves e das ciclovias da cidade por lâmpadas de LED, bem como nos próximos meses teremos também a troca das lâmpadas das Avenidas Lagoa Feia e Ivone Saad. É importante salientar em optar por aparelhos eletrodomésticos que consomem menos energia, eles são um pouco mais caros que os outros, no entanto, a economia é a longo prazo diretamente na sua conta de luz; opte por claridade dentro de casa, assim não será necessário acender luzes durante o dia; evite deixar aparelhos elétricos no modo stand by, uma vez que estes aparelhos podem ser responsáveis por até 15% da sua conta de luz, opte por aparelhos que possuem modo de economia de energia ou os mantenha fora da tomada; mantenha os filtros dos ar condicionados sempre limpos; se puder, faça utilização de placas fotovoltaicas para geração de energia. Estas são apenas algumas dicas, que se virarem rotina, vão ajudar na economia na sua conta de luz, trazendo benefícios para o seu bolso e, é claro, para o meio ambiente.

Cabe a nós sermos conscientes e fazer uso responsável dos recursos naturais, para, de fato, sermos sustentáveis e manter o meio ambienteequilibrado para as gerações futuras.

Por Nátila Arnold, Engenheira Ambiental, Lance Goiás

natilaarnold@gmail.com

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*