Última da família a se curar da Covid-19, idosa deixa hospital e diz que está pronta para ‘dançar um forró’

Benedita Leite se curou da Covid-19, em Aparecida de Goiânia — Foto: HMAP/Divulgação
“Estou no ponto de dançar um forró”. É assim que a idosa Benedita Leite de Oliveira, de 78 anos, define sua recuperação após se curar da Covid-19 e deixar o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, onde estava internada. Além dela, a filha, o genro, a neta e o namorado da neta também tiveram coronavírus, mas já se recuperaram.

Benedita ficou internada por nove dias. Ela começou a se sentir mal no dia 26 de maio, com tosse e falta de ar. Nos dias seguintes, outras pessoas próximas também começaram a adoecer. Filha dela, a diarista Silvani Leite de Oliveira conta que todos ficaram preocupados.

“Eu, meu marido, minha mãe, minha filha e o namorado dela fizemos o teste e todos deram positivo. Foi um susto, tivemos muito medo porque vimos que a doença é muito forte”, disse.

Silvani contou que ela, a filha e o namorado da filha não precisaram ser internados. Já o marido ficou alguns dias no hospital. Ele recebeu alta no dia 7 de junho e, no dia seguinte, a idosa precisou ser internada na UTI.

Agora, após deixar o hospital, Benedita continua se recuperando em casa. O bom humor mostra que ela está se fortalecendo rapidamente. “Estou me sentindo bem, almocei bem, agora estou aqui descansando. Já estou me sentindo mais forte”, contou.

Aos funcionários da unidade de saúde, Benedita é só gratidão. “Cuidaram muito bem de mim. Tinham uma picadinhas [de agulha] às vezes, mas sei que era para cuidar de mim”, brincou.

Por Vitor Santana, G1 GO

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*