Bombeiros encontram arara morta após incêndio em Aparecida de Goiânia

Foto: Reprodução/CBMGO

Ocorrência de incêndio em vegetação foi registrada no Bairro Cardoso.

Uma arara foi encontrada morta na manhã desta sexta-feira (19/6) por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBMGO) que atendia uma ocorrência de incêndio em vegetação. O caso foi registrado no Bairro Cardoso, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital.

De acordo com a corporação, a velocidade dos ventos fez com que o fogo se propagasse com rapidez, ameaçando uma reserva ecológica próxima à região. Durante os trabalhos, conforme as equipes, foram encontrados mortos alguns animais silvestres, entre eles a arara.

Com ajuda de outras viaturas o incêndio na vegetação foi controlado. Ainda durante o combate às chamas os militares fizeram o resgate de alguma outras espécies da reserva.

Bombeiros fazem alerta sobre incêndio como o que matou a arara, em Aparecida de Goiânia

Em alerta, o CBMGO pediu para que a população não provoque incêndios, principalmente em lotes baldios. A corporação segue com a Operação Cerrado Vivo 2020, que tem objetivo de prevenir e combater incêndios em vegetação em todo estado.

Além de prejudicar a qualidade do ar, o fogo coloca em risco a fauna e flora da região e as próprias residências vizinhas a esses lotes. A Lei de Crimes Ambientais, nº 9.605 de 1998, no artigo 54, descreve o crime de poluição, que consiste no ato de causar poluição, de qualquer forma, que coloque em risco a saúde humana ou segurança dos animais ou destrua a flora.

Ainda conforme a corporação, um exemplo clássico desse tipo de crime é a queimada de lixo doméstico, que emite poluição na forma de fumaça, causa risco de incêndio para as habitações locais, destrói a vegetação e pode causar a morte de animais que ocupem as redondezas.

Incêndio em Aparecida de Goiânia

Na última semana, um casal foi detido e levado à 1ª Delegacia da Polícia Civil de Aparecida de Goiânia, após ser flagrado provocando incêndio em vegetação no Setor Village Garavelo I, no município.

Inicialmente, o homem e a mulher foram advertidos por um bombeiro sobre os riscos de colocar fogo em um lote baldio, mas não obedeceram e a Polícia Militar precisou ser acionada.

Por Dia Online Goias

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*