Nuvem de poeira do Saara encobre céu do caribe

Nuvem é chamada de Gozillla por especialistas (Foto: Alexander James/REUTERS)

A poeira deste ano é a mais densa já registrada em meio século, segundo vários meteorologistas, gerando uma névoa espessa que reduziu a visibilidade

Uma enorme nuvem de poeira do Saara cobriu áreas do Caribe e transformou o céu azul em uma densa névoa marrom leitosa, provocando alertas de saúde por uma queda na qualidade do ar em níveis prejudiciais. Apesar de os fortes ventos quentes sobre o deserto do Saara normalmente levantarem areia nesta época do ano e a transportarem milhares de quilômetros através do Oceano Atlântico para as Américas, o fenômeno geralmente não é tão visível.

No entanto, a poeira deste ano é a mais densa já registrada em meio século, segundo vários meteorologistas, gerando uma névoa espessa que reduziu drasticamente a visibilidade do ar no Caribe.

— É a pior coisa que vi desde que começamos os registros — disse Evan Thompson, diretor do Serviço Meteorológico da Divisão na Jamaica: — Estamos vendo uma massa muito mais espessa de partículas de poeira em suspensão. É muito mais distinto e notável.

A nuvem de poeira se deslocou para o leste do Caribe no fim de semana, e na terça-feira estava em Hispaniola, Jamaica, Porto Rico e no leste de Cuba. Seu avanço continuou para o oeste e a América Central, bem como o sul dos Estados Unidos.

— Não tenho certeza se está se infiltrando pelas aberturas de ventilação, porque o ar lá dentro não parece o mesmo — disse Sarue Thomas, 31, em seu escritório em Kingston, capital da Jamaica, onde as temperaturas excederam 30ºC e o ar ficou muito denso.

Mark Sudduth

@hurricanetrack

Ok, last dust pic for today and this one is perhaps the most incredible yet. The comparison photos were sent to me from Mirco Ferro who lives in St. Barthelemy. Check the dates in the photos (top is from March) – both are unfiltered or altered in any way.

Ver imagem no Twitter
360 pessoas estão falando sobre isso
As Montanhas Azuis, geralmente visíveis em Kingston, estavam escondidas atrás de uma nuvem branca. “Isso é algo que nunca vimos antes”, disse Thomas, acrescentando que seu filho de três anos apresentava tosse seca.

As autoridades locais alertaram os moradores a ficarem em casa o maior tempo possível e a usarem máscaras, especialmente se eles já tinham uma comorbidade respiratória, pois o pó poderia resultar em problemas causados por essas condições, e conter patógenos e minerais.

— O uso de uma máscara facial é recomendado nessa situação, além do fato de já ser necessário para a prevenção do Covid-19 — disse o principal meteorologista de Cuba José Rubiera em sua página no Facebook.

A poeira saariana normalmente “ajuda a expandir as praias do Caribe e fertiliza os solos da Amazônia”, mas também afeta a qualidade do ar, de acordo com a NASA, que capturou imagens de satélite da pluma.

 

Por Agência O Globo

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*