Na Papuda, há mais casos de Covid-19 que em 19 cidades do DF

essoas foi infectada. Em celas candangas, proporção é de 1 a cada 15 presos. Faz ideia do que é estar preso com corona?

Aviso ao leitor e à leitora: se você acredita que “bandido bom é bandido morto”, não se dê ao trabalho de ler essa crônica. Você vai se aborrecer muito. E não adianta me xingar, porque não leio nada que ultrapasse a linha divisória que separa a civilização da barbárie.

Mas se você acredita que o preso tem direito à vida e ao tratamento digno no cumprimento da pena pelo crime cometido, continue a ler.

A Papuda tem mais presos contaminados que 19 das cidades do Distrito Federal. A quantidade de presos e de policiais penais contaminadas pelo corona é maior do que o número de pessoas livres em São Sebastião, no Riacho Fundo I, no Recanto das Emas, no Itapoã, no Sudoeste – cidades que cito como exemplo. É quase igual aos casos confirmados em Planaltina e no Guará.

(Vale esclarecer que chamo de Papuda o complexo de seis unidades penitenciárias do DF, quatro delas instaladas na antiga fazenda que tem o nome de uma mulher que tinha bócio).

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*