PF prende juiz federal suspeito de corrupção em SP

Investigação começou em março de 2020 e foi batizada de Westminster. São cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 6 mandados de prisão.

A Polícia Federal em São Paulo prendeu na manhã desta terça-feira (30) um juiz federal suspeito de corrupção. A ordem de prisão foi expedida pela desembargadora federal Therezinha Cazerta, relatora do processo no Tribunal Regional Federal (TRF) 3, localizado em São Paulo.

A medida ocorre no âmbito de investigação que apura o eventual envolvimento de agentes públicos em supostas violações contra a administração pública.

A operação se deve a uma investigação que começou em março de 2020 e foi batizada de Westminster. São cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e 5 de prisão temporária.

Alguns dos mandados de busca foram realizados em uma vara cível da seção judiciária de São Paulo.

A diligência foi acompanhada pelo Diretor do Foro da Seção Judiciária de São Paulo, juiz federal Márcio Ferro Catapani. O inquérito tramita em segredo de Justiça.

Além do juiz, há a suspeita de envolvimento de outros servidores. As informações preliminares são de que, com a ajuda se advogados, o juiz e servidores se aproximavam de beneficiários de ações milionárias.

Só em um dos casos analisados, um precatório de R$ 700 milhões, os beneficiários do esquema levaram 1% de propina.

𝙿𝚘𝚛 𝙶𝟷

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*