Polícia Civil prende dois homens por posse de material pornográfico infantil em Anápolis

Em troca de mensagens, dentista chegou a afirmar que estava disposto a dopar um bebê para que o outro homem o violentasse

A Polícia Civil de Goiás, por meio das equipes da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC) e Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Anápolis, prenderam em flagrante, na manhã desta quinta-feira, 9, dois homens, de 25 e 27 anos de idade, por posse de material pornográfico infantil.

Os dois homens mantinham um relacionamento amoroso e compartilhavam, por meio da internet, vídeos e imagens em que adultos abusavam sexualmente de crianças. Foi verificado ainda que os dois presos trocavam mensagens digitais e planejavam a prática dos atos sexuais com crianças.

Os suspeitos ainda compartilhavam pornografia infantil com vários outros contatos de redes sociais. A investigação policial prosseguirá agora para identificar estes usuários, que de igual forma praticavam os crimes contra a dignidade sexual infantil.

Um dos presos é músico e o outro, cirurgião dentista, sendo que este afirmou em mensagens de WhatsApp que se sentia excitado ao atender crianças, porque se lembrava dos vídeos compartilhados na internet. Em uma das mensagens, o dentista diz que estava disposto a dopar um bebê para que o outro o violentasse.

Os dois presos estão sendo autuados em flagrante delito e, se não recolherem as fianças arbitradas, serão encaminhados para a Unidade Prisional de Anápolis, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Jornal Opção

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*