Caixa repassa R$ 20 milhões para Governo de Goiás operar o Microcrédito Orientado

Recursos serão destinados para microempreendedores individuais (MEI), autônomos e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil

O Governo de Goiás, através da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) e da GoiásFomento, receberá repasse no valor de R$ 20 milhões da Caixa Econômica Federal para operar o Microcrédito Orientado no Estado. A assinatura do contrato acontecerá durante evento, marcado para as 9 horas desta quinta-feira, 23.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o evento seguirá todas as medidas de segurança, com distanciamento entre pessoas, uso de máscara e álcool gel, bem como medição de temperatura.

Os recursos de R$ 20 milhões serão destinados a microempreendedores individuais (MEI), autônomos e microempresas com faturamento anual de até R$ 360 mil.

A linha de crédito é destinada a despesas de capital de giro e investimentos, inclusive despesas fixas, como folha de pagamento de pessoal, um dos principais problemas hoje das firmas devido à crise econômica causada pela pandemia do coronavírus e pela suspensão da maior parte das atividades produtivas.

O valor do empréstimo do Microcrédito Orientado é de até R$ 21 mil por tomador, com seis meses de carência e 36 meses para o pagamento. Ele é denominado orientado porque a instituição financeira presta orientação ao empreendedor, por meio de uma visita in loco à empresa no primeiro contrato, depois ficam dispensáveis essas visitas.

A taxa de juros cobrada é inferior à da média praticada no mercado. O Microcrédito Orientado da GoiásFomento terá juro a partir de 1,12% ao mês se o tomador contratar com o fundo de aval, seguro garantia ou outro tipo de garantia.

Gerar empregos

O presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, destaca que, com o acréscimo desses R$ 20 milhões repassados pela Caixa, a instituição financeira realizará em torno de R$ 28 milhões em operações de microcrédito. A aplicação desses recursos poderá gerar em torno de 1.400 empregos e por volta de R$ 7,5 milhões em tributos estaduais, estima ele.

“O Microcrédito Orientado tem uma importância muito grande para a GoiásFomento, pois um dos pilares do Plano de Governo de Ronaldo Caiado é promover o desenvolvimento regionalizado e apoiar os micro e pequenos empreendedores”, afirmou Rivael.

Segundo o presidente da GoiásFomento, o valor repassado pela Caixa de R$ 20 milhões, é inicial. Conforme a Agência for realizando as operações de crédito e de acordo com a demanda, será possível obter mais recursos para poder incrementar o microcrédito em Goiás.

Fonte: Jornal Opção

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*