Bolsonaro diz que teste de coronavírus deu negativo e passeia de moto por Brasília

Presidente foi diagnosticado com Covid-19 em 7 de julho e passou a despachar do Alvorada; ele não informou quando fez teste. Bolsonaro foi visto em loja sem máscara.

O presidente Jair Bolsonaro informou neste sábado (25) em uma rede social que o teste de coronavírus deu negativo. Na mensagem, o presidente não informa quando fez o teste de Covid-19.

“RT-PCR para Sars-Cov 2: negativo. Bom dia a todos”, escreveu Bolsonaro.

Bolsonaro foi diagnosticado com coronavírus no último dia 7. Depois, o presidente fez outros testes, cujos resultados deram positivo.

Logo após a publicação na rede social neste sábado, Bolsonaro saiu de moto por Brasília, acompanhado por seguranças. O cinegrafista Robson Rafael, da TV Globo, registrou imagens do presidente.

Ida a loja sem máscara

Durante o passeio de moto, Bolsonaro também foi a uma loja no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).

Na loja, o presidente foi visto sem máscara (veja na imagem abaixo, feita pela TV Globo), assim como um segurança dele.

Presidente Jair Bolsonaro (de capacete branco) sem máscara em loja de moto no DF — Foto: Reprodução/TV Globo
Presidente Jair Bolsonaro (de capacete branco) sem máscara em loja de moto no DF — Foto: Reprodução/TV Globo

Após deixar a loja, Bolsonaro foi a um posto de combustíveis, onde abasteceu a moto que utilizava. Em seguida, se dirigiu a uma casa no Lago Norte, área nobre da capital.

Segundo apurou a TV Globo, a residência visitada por Bolsonaro é da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), retirada nesta semana da função de vice-líder do governo na Câmara.

Palácio da Alvorada

Desde que saiu o primeiro teste positivo, Bolsonaro passou a despachar do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República.

No período, Bolsonaro também se dirigiu diariamente, no fim da tarde, ao gramado onde fica a portaria principal do palácio. No local, conversava com apoiadores e transmitia ao vivo em uma rede social as conversas.

Por Filipe Matoso, G1 — Brasília

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*