Goiás já registrou 829 casos de detentos com Covid-19 e quatro óbitos

Deste total, 374 estão em isolamento recebendo o tratamento médico e outros 448 se recuperaram

O sistema carcerário goiano possui 829 casos, acumulados, de Covid-19 entre os detentos, até a tarde desta sexta-feira, 28. Deste total, 374 estão em isolamento recebendo o tratamento médico atualmente, três estão em internação e outros 448 se recuperaram da doença. Os dados são da Comitê de Gerenciamento de Crise da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

Entre os detentos em Goiás, a administração penitenciária registrou também quatro óbitos.

O estado possui 22.130 detentos custodiados em 104 unidades prisionais, o que dá uma taxa de infecção de 3.74%, dados considerados razoáveis diante do quadro nacional da pandemia dentro das unidades prisionais.

De acordo com o levantamento do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), são 18.102 detentos detectados com a infecção e 99 óbitos em todo o país desde o início da pandemia. Deste total, 16.372 estão recuperados da doença causada pelo coronavírus.

Confirmações de casos de Covid-19 entre detentos por estado | Fonte: Depen

Testagem

Diariamente, agentes da Dgap realizam buscas ativas com testagens para a doença entre a população carcerária goiana. Ao todo, 2.862 detentos passaram por testagem, dos quais 2.033 foram descartados.

Todo preso sintomático nas unidades prisionais do estado é separado dos demais e passa pelo teste da doença, de imediato à verificação de sinais da suspeita. Se o resultado do teste der negativo, dependendo do quadro clínico, se for liberado pela equipe de saúde, retorna ao convívio com os demais.

Se o resultado do teste for positivo, o preso é mantido isolado durante todo o período de quarentena, sendo permanentemente observado pela equipe de saúde da unidade prisional. Se nesse período tiver algum agravamento do quadro, ele é encaminhado para tratamento em hospital, de imediato.

De acordo com a Dgap, todos os servidores e presos sintomáticos de todo o estado serão testados durante a pandemia.

Por Eduardo Pinheiro – Jornal Opção.

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*