Padrasto é suspeito de espancar e matar enteado de 2 anos em Rio Verde

Ele, que está preso, confessou o crime. Motivo, segundo o próprio suspeito disse à PM, foi o choro da criança que chamava pela mãe

Um homem foi preso suspeito de matar o enteado de apenas 2 anos espancado, no Setor Pausanes, em Rio Verde. O caso ocorreu na segunda-feira (31) e o detido confessou o crime. De acordo com a Polícia Militar (PM), o suposto autor teria se irritado com o choro da criança que chamava pela mãe que não estava em casa. A identidade do suspeito não foi revelada.

Conforme expõe a corporação, o padrasto e a criança estavam sozinhos na hora do crime. Nervoso com o choro da criança, o suspeito alegou que desferiu chineladas e socos contra o garoto até que a vítima perdesse a consciência.

Durante entrevista aos policiais, o homem disse que tentou dar banho na criança para tentar reanimá-la, mas sem sucesso. Então, ele colocou o menino em um colchão e voltou a fazer os afazeres. À mãe da vítima, o suspeito disse que a criança havia caído no banheiro.

Segundo a PM, o socorro só foi acionado pelo casal cerca de 2h após o espancamento. Equipes do Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiveram no local e constataram o óbito da criança que apresentava diversas manchas e cicatrizes pelo corpo.

Os militares narram, ainda, que o suspeito foi preso em flagrante na porta da casa onde residia com a esposa e o enteado. Inicialmente, o homem relatou a versão de queda no banheiro, mas confessou o crime posteriormente. Vizinhos informaram que ele era conhecido por ser agressivo com a mulher e a vítima. O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

POR Jessica Santos – Do Mais Goiás

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*