Reviravolta na novela Messi: emissoras dizem que craque argentino admite seguir no Barcelona

Ideia do camisa 10 é cumprir o restante do contrato até junho de 2021 e aí sair de graça para o Manchester City; Novas reuniões acontecem nesta quinta

Reviravolta na novela Lionel Messi. De acordo com o programa “Deporte Cuatro”, da emissora Mediaset, o jogador e seu staff já admitem que não haja condições de deixar o Barcelona de graça nesta temporada. Além disso, o craque argentino não quer deixar o Camp Nou pela porta dos fundos em meio a polêmicas e brigas judiciais.

A informação sobre uma possível permanência de Messi no Barcelona, algo que no início da semana parecia bem difícil (Jorge Messi, pai e agente do jogador, disse isso inclusive), também foi confirmada pelo influente jornalista argentino Martín Arévalo, da emissora TyC Sports.

– Há 90% de chance de Messi continuar em Barcelona. Messi está avaliando seriamente ficar em Barcelona até 2021 e sair pela porta grande no final do seu contrato – disse.

 

Segundo ambas as fontes, as próximas horas podem ser decisivas, com mais reuniões entre Jorge Messi, advogados e Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona.

Na primeira reunião entre as partes, na última quarta, o dirigente deixou claro que não há possibilidade de o argentino sair de graça nesta temporada, referindo-se à cláusula de 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões) de seu contrato. Após a reunião, Leo Messi, orientado por seus advogados, pensou que a melhor opção é ficar mais uma temporada no clube.

Cumprir contrato e sair de graça

 

O novo plano de Messi seria ficar no Barcelona até junho de 2021, quando seu contrato expira com o clube. Aí, então, iria para o Manchester City gratuitamente. O jogador argentino e o clube inglês deixariam a contratação para o próximo semestre acordada. E, desse modo, Messi poderia sair com uma despedida em grande estilo, com a torcida do Barça liberada para ir ao Camp Nou (no momento, por causa da pandemia, isso não seria possível).

Jorge Messi (centro), pai do craque Lionel Messi, chega a Barcelona para se reunir com a direção do clube — Foto: LLUIS GENE / AFP

Jorge Messi (centro), pai do craque Lionel Messi, chega a Barcelona para se reunir com a direção do clube — Foto: LLUIS GENE / AFP

Entenda a novela

 

O camisa 10 não se reapresentou no clube no último domingo, quando o elenco passou por testes de coronavírus. Ele também não esteve nos treinos sob o comando do novo técnico Ronald Koeman nesta semana. Messi, que enviou um burofax no último dia 25 dizendo que gostaria de deixar o Barcelona, entende que pode fazer uso da cláusula que rompe seu contrato unilateralmente.

O maior jogador da história do Barcelona tem contrato até junho de 2021. No entanto, há uma cláusula que permite a Messi pedir a rescisão sem pagamento de multa ao final de cada temporada. O prazo para exercer tal dispositivo era até o dia 10 de junho.

Por Redação do GE — Barcelona, Espanha

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*