PF cumpre sete mandados de busca e apreensão por fraude previdenciária no interior de Goiás

Mandados foram cumpridos pela PF em Quirinópolis, Cachoeira Alta e Paranaiguara | Foto: Divulgação

Fraudes em aposentadoria rural somaram prejuízo de R$385 mil aos cofres públicos

Foi deflagrada pela Polícia Federal em parceria com o Instituto Nacional de Seguro Social nesta quinta-feira, 10, a Operação Pravum. A ação investiga fraudes em aposentadoria por idade rural operadas na Agência de Previdência Social (APS) de São Simão.

Segundo investigações, os esquemas causaram prejuízo de R$385 mil aos cofres públicos, com estimativa de rombo de R$3 milhões, com base em sobrevida projetada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão pelo Tribunal de Justiça de Jataí para serem realizados nos municípios de Quirinópolis, Cachoeira Alta e Paranaiguara.

Os investigados poderão ser penalizados em até dez anos de prisão por organização criminosa e estelionato previdenciário.

Fonte: Jornal Opção

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*