Ibaneis exonera cúpula da Saúde investigada por fraude na compra de testes para Covid-19 no DF

O governador do Distrito Federal,Ibaneis Rocha (MDB), exonerou o secretário de Saúde, Francisco Araújo, e outros seis integrantes da pasta. O grupo foi preso em 25 de agosto, alvo da operação Falso Negativo, que apura fraudes na compra de testes para a Covid-19.

decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF), durante a tarde desta segunda-feira (14). Além do secretário, perderam os cargos:

  1. Eduardo Hage Carmo, subsecretário de Vigilância à Saúde do DF
  2. Ramon Santana Lopes Azevedo, assessor especial da Secretaria de Saúde do DF
  3. Eduardo Seara Machado Pojo do Rego, secretário adjunto de Gestão em Saúde do DF
  4. Emmanuel de Oliveira Carneiro, diretor de Aquisições Especiais da Secretaria de Saúde
  5. Iohan Andrade Struck, subsecretário afastado de Administração Geral da SES-DF
  6. Erika Mesquita Teixeira, gerente de Aquisições Especiais da Secretaria de Saúde

 

Deflagrada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), a operação Falso Negativo apura um esquema de desvio de recursos e fraude em contratos para a compra de testes rápidos para diagnóstico do novo coronavírus e equipamentos para hospitais. A suspeita é de que as irregularidades tenham gerado prejuízo de R$ 18 milhões aos cofres públicos.

Por Walder Galvão, G1 DF

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*