O valor do meio ambiente

A ideia de colocar preço no meio ambiente pode causar estranheza para quem ouve, mas na nossa sociedade é difícil mensurar algo que não seja pelo valor monetário ou pelas vantagens que se pode ter, pois na maioria das vezes os interesses são centralizados no dinheiro e não no real valor. E qual o real valor do meio ambiente? Falar sobre natureza é falar sobre algo extremamente complexo e ao mesmo tempo simples. A natureza fornece alimento e abrigo para animais, água doce para os seres humanos, madeira, faz o controle de doenças, regulação do clima, produz sensação de bem estar, entre tantos outros benefícios. E para que haja todo esse fornecimento, é necessário um meio ambiente preservado para que a natureza cumpra seu papel. E preservar o meio ambiente é o que nós, como sociedade, devemos fazer.

Porém, em curtas palavras, não temos cumprido nosso papel e isso se vê nas florestas derrubadas, nos rios poluídos, nos parques ecológicos sujos, nas benfeitorias depredadas, enfim, se fosse realmente falar tudo que o ser humano tem feito, a lista ficaria bem extensa. Cuidar do patrimônio público é zelar pelo município. E é importante e necessário que haja uma educação voltada a população para que haja o entendimento que a cidade pertence a todos e da mesma forma que temos o direito de desfrutar dos espaços e fazer as cobranças necessárias, todos tem o dever de zelar pelos bens de nossa cidade.

Procure entender o valor de se preservar o meio ambiente começando por pequenas atitudes como guardar seu lixo dentro do carro, respeitar as áreas de preservação permanente, não jogar lixo nos córregos, lagos e rios. Grandes mudanças começam por pequenas atitudes.

 

Por Nátila Arnold, Lance Goiás

natilaarnold@gmail.com

print

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*